Costumes Bíblicos: O ESPÍRITO SANTO como Educador de JESUS

Aprenda Hebraico Online

O ESPÍRITO SANTO como Educador de JESUS

Não tratemos, pois, de buscar aqui na terra, nos homens e nas coisas, na natureza e na história, a razão íntima do crescimento e da formação de Jesus Cristo. Busquemos em sua origem celestial. Não disse ele um dia que sua doutrina era a doutrina de seu Pai, que o havia enviado? (Jo 7.16) E ele não é, porventura, o Filho de Deus no sentido mais estrito e literal? Sim. Logo, seu verdadeiro educador foi o próprio Espírito Santo; ou seja, ele mesmo se auto-educou.
Sua nação, sua família, a escola, a sinagoga, as lições que tirou de suas experiências e da natureza,a leitura das Escrituras contribuíram certamente de alguma maneira para a educação moral do Salvador enquanto homem, mas seu Mestre principal foi o Espírito Santo. Sem essa formação divina, é impossível descobrir a causa do maravilhoso desenvolvimento de Jesus. No fundo de sua personalidade, Jesus nunca se separou de Deus.
À medida que se apresentavam as ocasiões, Jesus abria progressivamente os olhos da alma à luz do Verbo, que essencialmente ele levava presente em si mesmo. Pelo Verbo, ele compreendia a obra que ia fazer e as palavras que ia pronunciar. Assim, à ciência natural e humana se juntava a divina, à medida que  requeriam as circunstâncias, conforme as prudentes leis que a própria Providência lhe ditara.
Esses acontecimentos se ajustavam sempre às fases comuns da vida humana; por isto, o evangelista observou que o menino crescia em sabedoria diante de Deus e dos homens, ou seja, que, por mais que Jesus tivesse a seu serviço o conhecimento infinito de Deus, como homem não se servia dele, a não ser de acordo com suas necessidades, conforme as leis do crescimento de sua natureza humana e de sua missão divina.

Assim, nada se via nele de anormal nem de fantástico. Não há registro de nenhuma obra que ele tenha realizado como homem; uma precocidade fora das leis da natureza teria lançado temor a todas as pessoas ao seu redor; Jesus se contentou, pois, em ser uma criança normal, mas perfeita.
Conforme os anos foram se passando, o espetáculo da natureza, as relações com os homens, a meditação habitual ajudaram a desenvolver gradualmente nele seu pensamento humano. E, em inteira conformidade com a vontade de seu Pai, Jesus aperfeiçoou esse conhecimento à luz da VERDADE ETERNA que ele levava em si mesmo.

Você também vai gostar de ler:
JESUS E OS DOUTORES DA LEI 
O ESPÍRITO SANTO E JESUS 

DESTAQUE NO SITE

INTRODUÇÃO AO INFERNO

Por que o inferno existe? A justiça de Deus exige um inferno . Além de afirmações diretas, as Escrituras oferecem motivos para a existê...

MAIS ACESSADOS