Costumes Bíblicos: A Fidelidade dos Pais

A Fidelidade dos Pais

ÁREA II
A FIDELIDADE DOS PAIS
Toda promessa de Deus será cumprida. Ele é sempre amoroso. O motivo central do Seu coração permanece o mesmo através dos tempos e da eternidade. Ele nunca muda. Tudo que quer é mostrar amor e perdão.
Você não confia em Deus? Nossa falta de confiança o magoa profundamente. "Como me sentiria se, após uma longa viagem em voltasse para casa, minha esposa e filhos fugissem de mim quando abrisse a porta e chamasse seus nomes? Eu ficaria terrivelmente magoado." (John Dawson)
Você é filho de deus e agora mesmo Ele chama o seu nome, mas talvez lá no íntimo você duvide da fidelidade dEle. Talvez em criança, você tenha experimentado a total ausência de seu pai por motivo de morte ou abandono. Ou então quem sabe, foi por exigência da carreira abraçada poe Ele? Ou que é a lembrança de promessas não cumpridas, ou de negligência para com sua pessoa na sua infância, que ainda o perseguem? Alguns de vocês, leitores, choravam horas seguidas, quando eram bebês, mas ninguém vinha aliviá-los do desconforto e da fome. Outros mais ficavam soluçando a trás de portas trancadas, esquecidos e solitários, quando ainda pequenos.
Você tem dificuldade de perceber a presença do Pai? Ou seu coração é dócil para com Deus ou está endurecido pelo cinismo e incredulidade? Procure olhar nos olhos dele e veja o seu amor por você.
"De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei... E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século" (Hb 13.5; Mt 28.20).
Talvez você diga: "Mas se Ele me ama tanto, então por que não o vejo e nem o sinto perto de mim?" A culpa não é de Deus, amigo, mas minha, e daqueles que já conhecem pessoalmente o amor dele. Inúmeras vezes temos falhado, quando devíamos ser a voz e as mãos de Deus para aqueles que não o conhecem. Bem poucos se dispõem a ser guiados pelo coração condoído de Jesus, em direção aos recantos escuros deste mundo, onde os pobres e necessitados o estão aguardando. Jesus não se sente atraído a lugares agradáveis, mas sim a pessoas de coração ferido. Ele nos busca, com o seu amor, desde o nosso primeiro momento de vida até o dia em que morremos.
O seu Pai Celestial estava presente quando você deu os primeiros passos, quando criança. Ele estava presente quando você sofreu mágoas e decepções. Ele está presente agora mesmo. Por um breve período você foi emprestado a pais terrenos, que deveriam tê-lo cercado de amor semelhante ao do Pai celeste. Mas você é e sempre será um filho de Deus, feito à sua imagem. Seu Pai amoroso o espera, ainda agora, com braços estendidos. O que poderia manter você afastado dEle?
Poucas pessoas chegam a conhecer a Deus em toda a sua graça durante esta vida passageira. Muitos são como o ladrão crucificado ao lado de Jesus. A princípio tudo o que Ele via era um corpo ensanguentado, desfigurado, mas logo começou a perceber a verdadeira natureza de Jesus e no derradeiro minuto entrou, pela fé, para a família de Deus. Também nós devemos ver além das caracterizações religiosas e comerciais que cercam a pessoa de Jesus e contemplar o Deus de amor que ainda nos espera de braços abertos, dizendo: "Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." (Jo 10.10.)
"Mesmo quando estivermos fracos demais e não nos restar nenhuma fé, Ele continua fiel para conosco e nos ajudará, pois não pode repudiar-nos, porque somos parte dEle mesmo." (2 Tm 2.13, A Bíblia Viva.)


DESTAQUE NO SITE

JESUS e a Lei

Jesus rejeitou a  Lei? Não. Veja: Mt 5.17; Jo 14.10; 14.21; Rm 7.12; Gn 26.5; Ex 31.18  Alguns cristãos acreditam equivocadament...

MAIS ACESSADOS