Costumes Bíblicos: A Aceitação dos Pais

Israel Institute of Biblical Studies

A Aceitação dos Pais

ÁREA VI
A ACEITAÇÃO DOS PAIS
Nós vivemos em uma sociedade em que a aceitação é condicionada a realizações: se você conseguir ser titular no time, se alcançar boas notas na escola, se ficar bonita, se tiver dinheiro, se ganhar. O reino deste mundo é um reino de rejeição; o de Deus, um reino de amor incondicional. As promessas de Deus são condicionais; precisamos obedecê-Lo para recebermos as suas bênçãos, mas o Seu amor é incondicional. Não é preciso esperar para experimentar o amor de Deus. Venha como você está. Seja honesto com Ele quanto ao seu pecado. Ele se alegrará em perdoá-lo. Mesmo quando você se afundava nas profundezas da sua rebelião passada, Ele já o amava. Até mesmo os julgamentos de Deus são motivados pelo amor.
Muitos não conseguem receber o amor e a aprovação de Deus. Estão aprisionados num relacionamento como que de escravos com o deus cruel da sua imaginação. Uma verdadeira relação de amor envolve dar e receber demonstrações de amor. "Há uma noite da qual sempre me lembrarei - a noite em que eu me declarei à minha esposa, Julie. Eu a beijei e pedi-lhe que se casasse comigo. Que aconteceria se ela tivesse respondido algo assim: 'Eu lavarei as suas meias, limparei o seu carro e digitarei as suas cartas'"?(John Dawson) Eu não queria ouvir isto! Queria uma resposta que correspondesse aos meus sentimentos de amor por ela. Queria saber se ela sentia a mesma coisa por mim.
Como você reage quando Deus simplesmente lhe diz que o ama? Você é capaz de "Aquietar-se e saber que Ele é Deus" em vez de correr em frenética atividade para conseguir a Sua aprovação? (Sl 46.10). Um dos maiores símbolos de paz e contentamento está no bebê adormecido nos braços da mãe, após ter sido amamentado. A criança não se contorce nem exige mais; apenas descansa entre braços amorosos. Uma suave alegria desponta nos versos da canção de ninar, entoada pela mãe em ocasiões como estas. O profeta Sofonias descreve uma emoção semelhante, que brota no coração de Deus: "O Senhor teu Deus está no meio de ti, poderoso para salvar-te; Ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no Seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo." (Sf 3.17).
Não fique tão inquieto na presença de Deus. Corrie ten Boom tem um conselho simples a dar para esta geração. Ela, que experimentou muito sofrimento nas mãos dos nazistas e ainda assim alcançou grande vitória espiritual, disse certa vez: "Não briguem... abriguem-se". Que verdade simples, porém profunda.
Deus já o ama. Toda a sua vida foi realizar e competir. Mesmo ainda nenezinho, você era comparado aos outros bebês. As pessoas diziam que você era "muito gordo" ou então "muito magro" ou que "tinha as pernas dele" ou "o nariz dela", mas Deus se encantava e ainda se encanta com sua singularidade. É quando você se aquece no amor do Pai que Deus é motivado a "renovar-te no Seu amor, regozijar-Se em ti com júbilo".
Sim, há muita coisa ainda para ser feita em você e através de você. Haverá dias quando deus lhe fará sentir profunda convicção de pecado, mostrando-lhe áreas de sua vida que precisam ser mudadas, submetidas e confiadas a Ele. Mas Deus não está sempre a exigir mudanças. Ele conhece suas possibilidades e dá-lhe a graça e o poder para fazer aquilo que requer de você. Ele é terno e compassivo. Na maioria das vezes Ele apenas diz: "Eu o amo", e suavemente pronuncia o seu nome.


DESTAQUE NO SITE

JESUS numa sociedade pluralista

Na Palestina do tempo de Jesus, a sociedade era diversificada, mais ou menos como a nossa. Em Cesaréia de Filipe, onde Pedro confe...

MAIS ACESSADOS