Costumes Bíblicos: Isaque

Israel Institute of Biblical Studies

Isaque


Veja também:
 O ESTÁGIO DO PATRIARCADO
Isaque
O filho submisso (Gn 22.1-4)
Ele é oferecido como sacrifício por seu pai, Abraão.
O noivo gentil (Gn 24.62-67)
Encontra Rebeca pela primeira vez.
O pai em oração (Gn 25.19-26)
Ele ora, para que Deus abençoe-o com filhos.
Rebeca dá à luz gêmeos - Esaú e Jacó.
O imitador (Gn 26. 1-11)
Como seu pai, Abraão, Isaque deixa Canaã durante um período de fome.
Como seu pai, Abraão, Isaque omite sobre sua esposa.
O trabalhador disposto (Gn 26.17-33)
Alguns filisteus invejosos haviam enchido os poços de Abraão com entulhos.
Isaque cava novamente e limpa esses poços.
O pai frustado (Gn 27.1-45)
Com 97 anos, Isaque pressente que a morte está próxima.
Esaú é instruído a preparar uma refeição para o pai, a fim de receber a bênção patriarcal.
Rebeca arruma um meio de enganar seu marido quase cego ao fazer Jacó substituir seu irmão Esaú.
Jacó recebe a bênção patriarcal planejada para Esaú.
Rebeca manda Jacó embora, para que ele possa escapar da vingança de Esaú.
Isaque é frequentemente descrito como o filho insignificante de um grande pai, Abraão, e como o pai insignificante de um grande filho, Jacó. Os principais eventos de sua vida ocorreram em cinco lugares: em uma montanha, em um campo, em uma casa filisteia, ao lado de fontes de água no deserto e sobre uma mesa de refeições.
A- Em uma montanha em Jerusalém (Gn 22.1-14). O filho submisso.
Isaque mansamente aceita ser oferecido como sacrifício.
B- Em um campo em Hebrom (Gn 24.61-67; 25.9-11, 19-26). O noivo gentil.
  1. Ele encontra-se com Rebeca pela primeira vez (Gn 24.61-67).
  2. Ele e Ismael, seu irmão, enterraram seu pai, Abraão (Gn 25.9), que vivera mais 38 anos após a morte de Sara.
  3. Ismael morreu com 137 anos (Gn 25.17).
  4. Isaque orou, para que Deus desse filhos à sua esposa e a ele (Gn 25.21).
  5. Rebeca deu à luz filhos gêmeos, que receberam os nomes de Esaú e Jacó (Gn 25.24-26).
C- Em uma casa filisteia (Gn 26.1-14). O imitador.
  1. Isaque repetiu o procedimento que seu pai procedera muitos anos antes (Gn 20.2; Gn 26.7). a) Em tempo de fome, ele deixou a Palestina e mudou-se para a região filisteia (tal como Abraão havia se mudado para o Egito). b) Ele omitiu ao rei Abimeleque, afirmando-lhe que Rebeca era sua irmã.
  2. Deus reafirmou-lhe o concerto abraâmico e abençoou-o grandemente em relação a bens materiais.
 D- Ao lado de fontes de água no deserto (Gn 26.12-34). O trabalhador disposto.
  1. Os filisteus logo ficaram com inveja de seu grande sucesso material e prejudicaram-no, cobrindo com terra alguns antigos poços de água outrora cavados pelo pai dele, Abraão. Isaque gastou muito tempo para limpar os entulhos das fontes de água entupidas. O jovem ministro de Deus pôde tirar lições importantes desses versículos. Ao longo da história, nossos antepassados espirituais cavaram fundo na Palavra de Deus, sempre com paciência e alegria. Eles conseguiram levar-nos graciosamente às fontes de água limpa, fria e fresca, do nascimento da virgem, da vida sem pecados do Cristo, da Sua morte, ressurreição e ascensão, bem como de Sua segunda vinda. Mas, ultimamente, essas fontes têm sido entupidas na mente de muitos em razão de ações odiosas de falsos críticos. Portanto, atualmente, a principal tarefa de um jovem homem de Deus é limpar essas fontes, para que aqueles fluidos capazes de fazer viver possam novamente satisfazer o coração ressequido da humanidade.
  2. Isaque entrou em pacto de não agressão com o rei Abimeleque, tal como seu pai outrora fizera (Pv 16.7).
  3. Deus apareceu a Isaque novamente.
  4. Isaque e Rebeca estavam tristes por causa do casamento de Esaú, que se casara aos 40 anos de idade com uma moça pagã.
E- Sobre uma mesa de refeições em sua própria casa (Gn 27.1-46). O pai frustado.
  1. Isaque, com 137 anos, pressentiu a chegada de sua morte. Com efeito, ele viveria mais 43 anos ainda e chegaria à idade de 180 anos (Gn 35.28). O irmão dele, Ismael, havia morrido com 137 (Gn 25.17), e isso talvez tivesse influenciado seus pensamentos. Além disso, ele estava parcialmente cego.
  2. Ele instruiu Esaú a matar alguma caça e preparar-lhe um guisado. Isaque disse-lhe que, após comer a refeição, abençoaria Esaú antes que morresse. No momento mesmo de sua morte (ao menos, tal como ele imaginava).
  3. Rebeca entreouviu a conversa de Isaque e Esaú e imediatamente conspirou com Jacó para enganar o marido, de modo que seu filho mais novo, Jacó, pudesse obter a bênção do pai. Rebeca estava certa ao concluir que Deus desejava direcionar as bênçãos a Jacó (Gn 25.23).
  4. Jacó pressentiu que o plano de Rebeca não funcionaria. Apesar de parcialmente cego, o rapaz sabia que seu pai desejaria pôr as mãos nele e, por isso, colocou o seguinte problema: Então disse Jacó a Rebeca, sua mãe: Eis que Esaú meu irmão é homem cabeludo, e eu homem liso; (Gn 27.11).
  5. Em seguida, Jacó apresentou-se a Isaque, fingindo ser Esaú. Quando foi perguntado como achara tão rapidamente a caça, Jacó respondeu: Porque o Senhor teu Deus a mandou ao meu encontro. (Gn 27.20).
  6. Após algumas dúvidas iniciais relativas à identidade do homem ao seu lado, Isaque concedeu sua bênção.
  7. E Jacó beijou seu pai.
  8. Tão logo Jacó saiu, Esaú chegou, e a fraude foi descoberta. O irmão mais velho bradou em alto som sua grande decepção e decidiu matar Jacó após o funeral de seu pai (Gn 27.41).
  9. Rebeca soube das intenções de Esaú e pediu a Isaque que Jacó fosse enviado a Harã em busca de uma esposa. O propósito principal dela, contudo, era salvar a vida do filho mais novo.
  10. Isaque chamou Jacó, abençoou-o e enviou-o a Harã, dizendo: Não tomes mulher de entre as filhas de Canaã; (Gn 28.1). E viveu Isaque mais 43 anos e morreu; E Isaque expirou, e morreu, e foi recolhido ao seu povo, velho e farto de dias; e Esaú e Jacó, seus filhos, o sepultaram.(Gn 35.29) 

SUMÁRIO TEOLÓGICO
  1. Em pelo menos 25 ocasiões no Antigo Testamento, Deus identificou-se como Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó.
  2. Estes cinco indivíduos descreveram o Senhor como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó:
    1. Moisés (Dt 9.27).
    2. Elias (1Rs 18.36).
    3. Davi (1Cr 16.16; 29.18).
    4. O salmista (Sl 105.9,10).
    5. Ezequias (2Cr 30.6).
  3. Jesus e Isaque.
    1. Jesus referiu-se a Seu Pai como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó (Mt 22.32; Lc 20.37).
    2. Jesus profetizou que os gentios que cressem um dia seriam companheiros de Abraão, de Isaque e de Jacó (Mt 8.11).
  4. Pedro e Isaque: Pedro referiu-se a Deus como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó (at 3.13).
  5. Estêvão e Isaque.
    1. Estêvão referiu-se a Deus como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó (At 7.32).
    2. Estêvão mencionou o nascimento e a circuncisão de Isaque (At 7.8).
  6. Paulo e Isaque.
    1. Paulo referiu-se a Isaque e seus dois filhos ao ilustrar a soberania de Deus (Rm 9.7-15).
    2. Paulo referiu-se a Isaque e Ismael, usando-os para contrastar lei e graça (Gl 4.28-31).
  7. Tiago e Isaque. Tiago referiu-se à oferta de Isaque no monte Moriá (Tg 2.21).
  8. O livro de Hebreus e Isaque.
    1. Hebreus menciona a oferta de Isaque no monte Moriá (Hb 11.17).
    2. Também se refere à fé que Isaque tinha ao abençoar Jacó e Esaú (Hb 11.20).

DADOS
Pai: Abraão (Gn 21.3).
Mãe: Sara (Gn 21.3).
Esposa: Rebeca (Gn 24.67).
Filhos: Esaú e Jacó (Gn 25.24-26).
Irmãos: meios-irmãos: Ismael, Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Suá (Gn 16.16; 25.1,2).
Citado pela primeira vez na Bíblia: Gênesis 17.19.
Citado pela última vez: Tiago 2.21.
Significado do seu nome: "Risada".
Mencionado: 128 vezes.
Livros da Bíblia que citam Isaque: 21 livros (Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, 1Reis, 2Reis, 1Crônicas, 2Crônicas, Salmos, Jeremias, Amós, Mateus, Marcos, Lucas, Atos dos Apóstolos, Romanos, Gálatas, Hebreus, Tiago).
Lugar onde faleceu: Manre, próximo de Hebrom (Gn 35.27-29).
Idade que tinha quando morreu: 180 (Gn 35.28).
Detalhe importante sobre a vida de Isaque: ele foi o filho prometido de Abraão e pai de Jacó (Gn 17.19; 25.21-26).

DESTAQUE NO SITE

JESUS numa sociedade pluralista

Na Palestina do tempo de Jesus, a sociedade era diversificada, mais ou menos como a nossa. Em Cesaréia de Filipe, onde Pedro confe...

MAIS ACESSADOS