Costumes Bíblicos: O MENSAGEIRO DA REDENÇÃO

Israel Institute of Biblical Studies

O MENSAGEIRO DA REDENÇÃO

Já havia transcorrido manifestamente as setenta semanas que o arcanjo Gabriel havia predito em outro tempo a Daniel (Dn 9.24-27). Depois de Gabriel ter feito aquela predição, durante o último período do Antigo Testamento, e desempenhado em Jerusalém, no limiar do Novo Testamento, sua importante missão junto a Zacarias, eis que o anjo tornou-se agora, de maneira imediata, o mensageiro da Redenção. Gabriel foi enviado para anunciar a união entre o céu e a terra.
Seis meses já haviam transcorrido desde que o futuro precursor foi concebido. Da Judeia, a sagrada narração muda repentinamente para Galileia, aquela província tão desprezada pelos rabinos; de Jerusalém, para uma aldeia insignificante, cujo nome não se menciona nem nos escritos do Antigo Testamento nem na história de Josefo, mesmo tendo este nomeado grande número de localidades da Galileia. Gabriel exerce sua missão não mais no interior do Templo, mas em uma humilde e pobre casa que vai servir de palco ao maior mistério do mundo.
A aldeia se chamava Nazaré, e a moça tinha por nome Maria. Nem Lucas nem Mateus se ocupam em nos dar, acerca da vida anterior de Maria, notícias detalhadas, tão importantes para a nossa informação. Ambos mencionam (Mt 1.18; Lc 1.27) que, no momento em que ela recebeu a visita do anjo, estava prometida a um dos seus compatriotas, chamado José, que, por vicissitudes dos tempos, não era mais que um humilde carpinteiro, ainda que pertencesse à estirpe real de Davi, de que também Maria era descendente.
O anjo entrou, diz o texto sagrado, e saudou Maria com profundo respeito, empregando a antiga fórmula: Paz seja contigo, que continua sendo usada entre os judeus e entre os árabes. Em seguida, em poucas palavras de singular força de expressão, Gabriel indicou até que ponto Maria havia sido favorecida por Deus: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres (Lc 1.28).
A linguagem elogiosa do anjo produziu grande turbação no ânimo de Maria, que ficou surpresa diante daquelas palavras. Perguntava-se, perplexa, quais seriam o objetivo e o alcance de semelhante saudação. O anjo se apressou em tranquilizá-la, descrevendo em linguagem solene, digna do assunto, o papel sublime a que ela estava sendo chamada para desempenhar na obra da redenção.

Nazaré, onde viveram Maria, José, Jesus e seus irmãos.
Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.
E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus.
Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;
E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.
Lucas 1:30-33 


DESTAQUE NO SITE

O CASAMENTO DO CORDEIRO

Quais são os fatos acerca do casamento do Cordeiro? A. As referências das Escrituras envolvidas. a) Esse casamento é descrito ...

MAIS ACESSADOS