Costumes Bíblicos: César Augusto e o Censo

Israel Institute of Biblical Studies

César Augusto e o Censo

OS INTERESSES DE CÉSAR
AUGUSTO AO ORDENAR O
CENSO
Arqueólogos, juristas e historiadores notáveis por seu saber e por suas obras reconhecem hoje que Augusto foi um administrador muito metódico e que a compilação de relações e documentos estatísticos era um dos traços distintivos do seu caráter. Como as guerras civis que antecederam sua subida ao trono haviam levado à desordem a administração e os recursos financeiros romanos, natural era que ele sentisse a necessidade de uma ampla reorganização. Os documentos importantes, dos quais só nos ficaram alguns fragmentos, demonstram isso com muita evidência.
Quando Augusto morreu, segundo o historiador Suetônio, foram achados três protocolos escritos com seu próprio punho e letra e unidos ao seu testamento. Referia-se o primeiro aos seus funerais; o segundo continha a enumeração de seus façanhas e tinha a ordem de serem gravadas sobre lâminas de bronze que haveriam de ser colocadas no frontispício de seu mausoléu, e o terceiro era o Breviarium Imperii.
Da lista dos fatos, existe uma cópia célebre gravada na entrada do templo erguido à memória de Augusto, na Galácia. Nesse documento se fala expressamente de três recenseamentos, um dos quais aconteceu no ano 746 da fundação de Roma, portanto pouco antes do nascimento de Jesus.
O Breviarium Imperii desapareceu; sabemos, porém, graças aos resumos que deles fizeram os historiadores Tácito e Suetônio, de que assunto tratava: conforme Tácito, "indicava os recursos públicos, quantos cidadãos romanos e aliados estavam sob as armas do Governo, além das frotas, dos reinos associados, das províncias, das tribos, dos impostos, das necessidades".
Não é evidente que, para reunir esses dados, teria sido necessário fazer recenseamentos em toda a extensão do império e até entre os povos aliados? Por outra parte, historiadores posteriores confirmam de maneira conclusiva os dados de Lucas, inspirando-se em fontes até certo ponto independentes do evangelho, posto que acrescentam minuciosos pormenores.
Conforme escreveu o historiador Suídas: "César Augusto, havendo escolhido vinte homens dentre os mais excelentes, enviou-os por todas as regiões de povos subjugados e lhes encarregou de fazer um registro de homens e de bens".

DESTAQUE NO SITE

O CASAMENTO DO CORDEIRO

Quais são os fatos acerca do casamento do Cordeiro? A. As referências das Escrituras envolvidas. a) Esse casamento é descrito ...

MAIS ACESSADOS