Costumes Bíblicos: Sofonias

CANAL DO SITE

Sofonias

Desastre iminente
Segundo o cabeçalho do livro, Sofonias ("oculto") era ascendência real: ele era tataraneto de Ezequias, que governou Judá de 715 a 686 a.C. O ancestral de Sofonias não é identificado especificamente como o rei, mas essa ligação fornece a melhor explicação para a longa lista de quatro gerações na genealogia do profeta.
Sofonias profetizou durante o reinado do bom rei Josias (640-609 a.C.), mais ou menos na mesma época em que Jeremias começou seu ministério. Os reinados maus de Manassés e Amom haviam mergulhado Judá em apostasia, mas Josias realizou uma série de reformas após descobrir o livro do lei no décimo oitavo ano do seu reinado. Em seguida, ele empenhou-se para purificar a terra de idolatria e conduzir o povo de volta para o Senhor (2Rs 22--23).
Sf 1: O dia do juízo - também sobre Judá
Na opinião do povo, o "dia do Senhor" traria bênçãos inéditas para todo o povo de Deus, e destruição a seus inimigos. Amós, alguns anos antes, havia advertido que naquele dia todo mal seria castigado, o que representaria um dia de trevas para muitos em Israel (o reino do Norte). Sofonias anuncia a mesma mensagem, com detalhes, a Judá. Estava próximo o dia em que todos os culpados de idolatria (4-6), violência, fraude (9), e todos os que ficavam indiferentes (12), seria separados para serem destruídos (este é o significado do v. 7). E seus gritos seriam ouvidos em todos os bairros da cidade de Jerusalém (10-11).
Baal (4) O deus cananeu da fertilidade, cuja culto incluía imoralidade sexual e prostituição.
Milcom/Moloque (5) O deus nacional dos amonitas.
Apegados à borra do vinho (12) Ilustração tirada da vinicultura; um dos segredos de fazer vinho é não deixar que se formem depósitos no fundo dos recipientes.
Sf 2: A condenação dos vizinhos de Judá
A única esperança para o povo de Deus era buscá-lo, e começar a viver pelos seus padrões (3). Senão teriam o mesmo destino que as nações vizinhas: a Filístia (4-7), a oeste; Moabe e Amom (8-11), a leste; Etiópia (12), ao sul; e a Assíria (13-15), ao norte.
Gaza, Asquelom, Asdode, Ecrom (4) As quatro cidades-estado restantes dos filisteus.
Quereítas (5) Os filisteus, que originalmente vieram de Creta.
A única esperança para o povo de Deus
era buscá-lo, e começar a
viver pelos seus padrões
Sodoma, Gomorra (9) Cidades que ficavam na extremidade sul do mar Morto, destruídas por Deus por causa de sua perversidade (Gn 19).
Etíopes (12) Sudaneses; nesta época, a dinastia que reinava no Egito.
Nínive (13) Capital da Assíria; veja Naum, especialmente o cap. 3.
Sf 3: Deus salvará o remanescente fiel
A "cidade opressora, rebelde e manchada" era nada mais nada menos que Jerusalém (1-7)! Começando com a rebelião contra Deus, e a corrupção da religião, a podridão se espalhou por todos os setores da sociedade. Por fim, Deus não tinha outra alternativa senão destruir a cidade.
Mas este não era o fim da história. Sofonias já havia mencionado um "remanescente" (2.7,9). Agora ele fala um pouco mais sobre o propósito de Deus para o remanescente humilde e fiel que sobreviverá quando o orgulho e a auto-suficiência do ser humano forem destruídos e a nação for purificada (11-13).
Haverá motivo para grande alegria. Deus estará no meio do seu povo, protegendo e guardando, derramando seu amor sobre eles. Os restantes de Israel nunca mais farão maldades (13). Com cânticos exultantes eles serão trazidos para casa e restaurados. Todas as nações do mundo compartilharão disto quando forem adorar a Deus (9).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

DESTAQUE NO SITE

As casas da Palestina no tempo de Jesus

Como na Palestina a vida transcorre ao relento durante todo o ano, tornou-se possível a todos aqueles que não possuem muita coisa restrin...