Costumes Bíblicos: A Generosidade dos Pais

Israel Institute of Biblical Studies

A Generosidade dos Pais

ÁREA III
A GENEROSIDADE DOS PAIS
Há alguns anos atrás, numa aldeia do Sul do Pacífico, parei para observar as crianças brincarem. Ocorreu-me que aquelas crianças, muito raramente, ouviram as palavras: "Não mexa nisto! Deixe isto aí! Tome cuidado!" As casas ali eram simples, de chão batido, cobertas de sapé e com esteiras enroladas que à noite eram descidas, para servir de paredes.
Em contraste, nossas casas modernas estão entulhadas de móveis caros e frágeis, de aparelhos e enfeites que representam um campo minado de rejeição e repreensão potenciais para os pequenos exploradores que estão começando a andar. Quantas mães já não explodiram de raiva com uma criança que estragou um objeto caro ou de elevado valor sentimental. As crianças são constantemente lembradas da importância das coisas -- seu valor, e como ter cuidado com elas. Bem poucas vezes elas ouvem estas palavras simples: "Eu amo você."
E enquanto isso uma cantiga repetitiva e destrutiva vai penetrando no subconsciente de nossos filhos: "As coisas são mais importantes do que eu. As coisas são mais importantes do que eu!" Que devemos fazer? Abandonar nossas casas? é claro que não. Mas realmente precisamos compreender que o nosso conceito da generosidade de Deus pode ter sido distorcido por causa das nossas experiências na infância.
A verdade é que Deus é generoso por natureza. A criação nos apresenta um elevado nível de cor, complexidade e desenho que vão além do simples valor funcional. Neste momento, nas alturas dos Alpes Italianos, uma flor branca, minúscula, brilha à luz do sol. Ela jamais foi vista por olhos humanos em todas as suas fases de florescimento; também não é uma parte essencial da cadeia alimentar. Foi criada por Deus na esperança de que, um dia, alguém pudesse olhar para ela e ser abençoado por sua beleza.
A maior demostração do coração paterno de Deus parece estar na sua atenção aos detalhes da nossa vida. Ele nos faz surpresa daquelas coisas extras, daqueles pequenos prazeres e preciosidades pelas quais somente um pai saberia que ansiávamos. Deus não é mesquinho, possessivo ou materialista. Nós usamos as pessoas para conseguir as coisas; Ele usa as coisas para abençoar as pessoas.
Minha família e eu somos missionários desde 1972, confiando em Deus quando às nossas necessidades diárias. Podemos testificar que Deus supre além de nossas necessidades básicas de alimento, vestuário e abrigo, na sua providência para conosco. Servimos a um Deus verdadeiramente generoso! O salmista disse: "Confia no Senhor e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do Senhor e Ele satisfará aos desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle, e o mais Ele fará." (Sl 37.3-5)

DESTAQUE NO SITE

O CASAMENTO DO CORDEIRO

Quais são os fatos acerca do casamento do Cordeiro? A. As referências das Escrituras envolvidas. a) Esse casamento é descrito ...

MAIS ACESSADOS