Costumes Bíblicos: A SANTIDADE DE JESUS

Israel Institute of Biblical Studies

A SANTIDADE DE JESUS

A SANTIDADE DE JESUS
Lembramo-nos, antes de tudo, da perfeita santidade de Jesus.
Lendo atentamente os evangelhos, não descobrimos o menor traço ou indício que possa supor no Mestre a existência de uma imperfeição. Observa-se que os escritores sagrados O apresentam continuamente como um Ser Santo. Desde o primeiro momento de sua concepção, Ele foi o Ser mais Santo por excelência.
Além disso, nunca surpreenderam em oposição ao bem ou à verdade ou à pureza. Ele é o tipo perfeito da santidade. Nós mesmos o ouvimos reivindicar isto publicamente, ante os mais terríveis inimigos, com esse altivo e solene desafio: Quem dentre vós me convence de pecado? (Jo 8.46) Nenhum deles se atreveu a aceitar o desafio.
Quando os líderes religiosos o condenaram como um criminoso, foi-lhes impossível, apesar de todos os esforços e das falsas testemunhas que haviam subornado, achar contra Jesus algo de que realmente pudessem acusá-Lo. Assim, viram-se "obrigados" a fundamentar sua sentença de morte no fato de Ele haver se apresentado como o Messias prometido (Mt 26.60). Também Pilatos (Mt 27.24) e Judas (Mt 27.4) proclamaram Sua inocência.
Pedro escreveu: [Cristo] não cometeu pecado, nem na Sua boca se achou engano (1Pe 2.22). Linguagem semelhante empregou o autor da carta aos Hebreus quando lembrou que Jesus enfrentou todas as contingências humanas: todas, exceto o pecado (Hb 4.15).
Tais testemunhos sobre a santidade de Jesus são eloquentes, decisivos!
Amém!

DESTAQUE NO SITE

JESUS numa sociedade pluralista

Na Palestina do tempo de Jesus, a sociedade era diversificada, mais ou menos como a nossa. Em Cesaréia de Filipe, onde Pedro confe...

MAIS ACESSADOS