Costumes Bíblicos: OS DISCÍPULOS DORMEM

Israel Institute of Biblical Studies

OS DISCÍPULOS DORMEM

OS DISCÍPULOS DORMEM!
Agonia pelo terror, Jesus retornou ao lugar em que deixara os três privilegiados apóstolos, a fim de buscar algum consolo na amizade. Mas esse afeto também lhe faltaria, porque encontrou os discípulos dormindo. Dirigindo-se primeiro a Pedro, cujos protestos haviam sido os mais ardentes quando Jesus predisse o triste abandono que sofreria por parte de todos os apóstolos, disse-lhe: Simão, dormes? (Mc 14.37) Logo, essa mesma queixa é dirigida aos outros: Não podes vigiar uma hora?
No cenáculo, todos se mostraram dispostos a sacrificar a vida pelo Mestre. O que foi feito daquela valentia? Mas, como narra Lucas, o evangelista-médico, aquele sono não era fruto da indiferença. Tinha outra causa, de origem fisiológica: a tristeza. Os três haviam dormido contra a própria vontade.
À Sua afetuosa censura, Jesus acrescentou um ensinamento importante: Vigiai e orai, para que não entreis em tentação, na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca (Mt 26.41). Para Pedro, Tiago e João, bem como para os demais apóstolos, o perigo moral mais próximo era o de abandonar ou negar o Mestre. Por isso, era necessário que recorressem as duas precauções que a fé nos acrescenta: a vigilância, que adverte da presença do inimigo, e a oração, que ajuda de forma poderosa a vencê-lo.
Como lhe faltasse o auxílio terreno, Jesus afastou-se de novo para buscar alento na oração, e exclamou: Meu Pai, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade (Mt 26.42). Desta vez, o nome do Pai vinha acompanhado do pronome possessivo meu. Era para destacar a entrega total de Jesus à vontade divina.
Essa foi a segunda fase da agonia de Cristo. Depois de passar mais um tempo afastado, voltou aos seus discípulos e mais uma vez encontrou-os dormindo. Sem despertá-los, voltou à Sua solidão e, posto em agonia, orava mais intensamente (Lc 22.44).
Veja mais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

DESTAQUE NO SITE

MARIA, a mãe de JESUS

A Escolha de Maria como Mãe do Messias O episódio a seguir, suavíssimo, celestial, serve de base ao majestoso edifício da fé c...