Costumes Bíblicos: Nomes e Títulos do Espírito Santo

Aprenda Hebraico Online

Nomes e Títulos do Espírito Santo

Quais são os nomes e títulos do Espírito Santo e o que eles nos dizem sobre a Sua pessoa?

A. Ele é o Espírito de Deus (1Co 3.16).
C.I.Scofield faz uma importante distinção: 
O templo aqui é a Igreja, o Corpo de Cristo, distinto do templo em 6.19, que é o corpo físico do cristão. (Bíblia de Estudo Scofield.p.1235)
Em outras palavras, a Bíblia diz que o Espírito Santo habita no meio do Corpo de Cristo reunido na igreja ao mesmo tempo em que habita individualmente em cada cristão! Não é o máximo!!
B. Ele é o Espírito de Cristo (Rm 8.9).
Em termos teológicos, Ele é o Espírito de Cristo, ou seja, o Espírito bendito prometido pelo Salvador no cenáculo pouco antes da Sua crucificação (Jo 14.16) e novamente no monte das Oliveiras pouco antes da Sua ascensão (At 1.8).
C. Ele é o Espírito eterno (Hb 9.14).
Alguém, certa vez, disse: "Sua vida é uma ponte que liga a entrada à saída. Portanto, use-a para percorrer o caminho, e não para construir sobre ela". Em outras palavras, os cristãos devem viver como peregrinos, e não como assentadores (veja Hb 11.13; 1Pe 2.11)!
D. Ele é o Espírito da verdade (Jo 16.13).
O inimigo mortal de toda a verdade é qualquer inverdade. A primeira mentira da história, dita pelo próprio Satanás, trouxe o pecado e a morte sobre toda a raça humana (Gn 3.4). Séculos mais tarde, Jesus referiu-se a isso enquanto falava a um grupo de fariseus iníquos (Jo 8.44).
Paulo admoesta todos os cristãos a abandonarem esse terrível pecado (Ef 4.25). Portanto, todo engano, falsidade, distorção ou desonestidade entristece o Espírito Santo, já que Ele é o Espírito da verdade.
E. Ele é o Espírito da graça (Hb 10.29).
Um dos ismos mais mortais que têm confrontado a Igreja ao longo da história é o legalismo. O legalismo pode ser rudemente definido como uma tentativa de (1) colocar o cristão novamente sob a opressão dos 613 mandamentos do Antigo Testamento, ou (2) nos tempos atuais, impor o próprio padrão humano às mulheres (por exemplo, a proibição do uso de calça comprida) e aos homens (cabelo curto). O legalismo foi firmemente condenado por Jesus (Mt 23) e Paulo (todo o livro de Gálatas). Eu particularmente, não uso calças compridas. Mas por decisão espontânea. 
Portanto, forçar minha lista pessoal de itens permitidos e proibidos sobre os outros entristece o Espírito Santo, já que Ele é o Espírito da graça.
F. Ele é o Espírito de glória (1Pe 4.14).
A filosofia deste mundo sempre defendeu que o homem deve "conquistar tudo o que puder, guardar tudo o que conquistar, sentar no topo do que guardar e envenenar o restante".
Portanto, a ganância terrena, o materialismo (a prática de conhecer o preço de tudo, mas de nada saber o valor) e doutrinas corruptas, como a teologia da saúde e da riqueza ou da prosperidade, entristecem o Espírito Santo, já que Ele é o Espírito da glória.
G. Ele é o Espírito da vida (Rm 8.10,11).
O Dr.Lewis Sperry Chafer diz que devemos focar nossa atenção na nova vida em vez de tentar escapar do que está morto:
Uma folha morta que talvez tenha se mantido presa ao galho em meio às tempestades violentas do inverno cairá, silenciosamente, no chão quando a nova seiva começar a fluir de dentro da árvore na primavera. A folha cai porque uma nova manifestação de vida começa a fazer pressão de dentro para fora. A folha morta não pode permanecer onde um novo rebento está brotando, assim como o mundanismo não pode permanecer onde as bênçãos do Espírito estão fluindo. Não somos chamados para pregar contra folhas mortas. Temos a mensagem da primeira imperecível. É o fluir da vida ilimitada de Deus de dentro para fora. (He That Is Spiritual. p. 69)
De todas as repreensões dadas pelo Salvador às sete igrejas em Apocalipse 2 e 3, talvez a mais triste tenha sido aquela dirigida aos cristãos reunidos em Sardes (Ap 3.1,2).
Portanto, qualquer apatia ou mornidão entristece o Espírito Santo, já que Ele é o Espírito da vida.
H. Ele é o Espírito da sabedoria e da revelação (1 Co 2.9,10; Ef 1.7).
Nos dias de Oseias, um profeta do Antigo Testamento, Israel havia se degenerado, atingindo um novo nível de pecado. Toda a sua cultura estava saturada de idolatria e imoralidade. Contudo, a transgressão que eventualmente levaria à sua destruição não foi nem idolatria nem a imoralidade, mas sim a ignorância (Os 4.6)!
Mais tarde, no tempo do Novo Testamento, os fariseus tiveram o mesmo problema (Mt 22.29).
Finalmente, os recipientes do livro de Hebreus sofriam do mesmo mal (Hb 5.11-14).
Portanto, negligenciar a leitura cuidadosa e devocional da Bíblia entristece o Espírito Santo, já que Ele é o Espírito da sabedoria e da revelação.
I. Ele é o Consolador (Jo 14.26).
C.I. Scofield explica a palavra consolador:
Ela vem do grego parakletos, que significa "alguém chamado para estar ao lado e ajudar", ou seja, um conselheiro. A mesma palavra é traduzida como Advogado em 1 João 2.1. Cristo é o Paracleto do cristão diante do Pai quando o cristão peca; o Espírito Santo Santo é o Paracleto que habita no cristão para ajudá-lo em sua ignorância e em suas fraquezas, fazendo intercessão por ele (Rm 8.26,27). (Bíblia de Estudo Scofield.p.1147)
J. Ele é o Espírito da promessa (At 1.4,5).
A promessa aqui é dada por Jesus e refere-se à vinda do Espírito Santo no dia de Pentecostes (At 2). Portanto, assim como o Pai , um dia, havia prometido enviar o Filho (Is 7.14; 9.6; Mq 5.2), o Filho também prometeu enviar o Espírito. Todos os cristãos no Novo Testamento podem concordar inteiramente com as últimas palavras de Josué a Israel no Antigo Testamento (Js 23.14).
K. Ele é o Espírito de adoção (Rm 8.15; Gl 4.6).
Isso quer dizer que o Espírito Santo confirma a filiação do cristão!
L. Ele é o Espírito de santidade (Rm 1.4).
Poderíamos dizer que a forma como uma pessoa entende a sordidez do pecado está diretamente ligada ao seu entendimento da santidade de Deus. Minimizar um é minimizar o outro. Ao contemplar a santidade de Deus, tanto o profeta Isaías como o apóstolo João caíram prostrados aos Seus pés como mortos, convencidos do seu próprio pecado e indignidade (Is 6.1-5; Ap 1.12-18).
Portanto, toda impureza e corrupção entristecem o Espírito de Deus, já que Ele é o Espírito de santidade.
M. Ele é o Espírito da fé (2Co 4.13).
Portanto, qualquer incredulidade, dúvida, temor ou preocupação da parte do cristão entristece o Espírito Santo, já que Ele é o Espírito da fé.

DESTAQUE NO SITE

Como o Novo Testamento chegou até nós

Foto:O mais antigo saltério cóptico completo. A história de como o Novo Testamento foi escrito, copiado e traduzido é um tópico importa...

MAIS ACESSADOS