Costumes Bíblicos: A cidade de Atenas

Aprenda Hebraico Online

A cidade de Atenas


musa grega
A intensa vida cultural das cidades gregas é representada por esta escultura de uma musa tocando uma cítara.
A CIDADE DE ATENAS
No século 5 a.C., Atenas havia sido uma das principais cidades da Grécia antiga, tendo controlado um vasto Império. Na época do líder político Péricles, foram realizadas várias obras na cidade, incluindo a construção do Parthenon, do Erecteion, e da Propilaia, que ainda se destacam na paisagem da cidade moderna.
A cidade de Atenas foi saqueada pelo general romano Sula, em 86 a.C., e a partir daquele momento passou a ser uma cidade provinciana relativamente insignificante. Corinto, e não Atenas, passaria a ser a capital administrativa da província romana da Acaia.
Em épocas posteriores, Atenas recebeu favores de romanos famosos (inclusive Júlio César, que doou um novo mercado), talvez como gestos de boa vontade para com uma cidade que sofrera nas mãos dos romanos.
No entanto, o passado glorioso de Atenas continuava a atrair benfeitores que financiavam a construção de seus prédios públicos. O Imperador Augusto construiu um templo - hoje destruído - para si mesmo e para a deusa Roma na acrópole de Atenas, junto ao Parthenon. 
A ágora, principal praça pública, era o local onde ficavam os prédios políticos da cidade de Atenas. Augusto ampliou o mercado iniciado por Júlio César, seu pai adotivo. A ágora era cercada de todos os lados por longas colunatas ou pórticos, alguns dos quais foram doados à cidade por benfeitores.
Quando Paulo chegou a Atenas, ele "se revoltava em face da idolatria dominante na cidade". Sua reação foi debater com todos, pregando "Jesus e a ressurreição", para surpresa de alguns que pensavam que se tratava de mais dois deuses!
Paulo acabaria proferindo um discurso  formal diante do concílio do Areópago, colocando a sua mensagem numa forma que levava em conta a história, a literatura e as crenças religiosas dos atenienses (veja "Boas Novas! - dos primeiros cristãos").

Partenon ou Partenão (em grego antigo: Παρθενών, transl. Parthenōn; em grego moderno Παρθενώνας, transl. Parthenónas) foi um templo dedicado à deusa grega Atena, construído no século V a.C. na Acrópole de Atenas, na Grécia Antiga, 













Ágora
















A Stoa com a sua colunata (um presente do rei Atalo, de Pérgamo) foi reconstruída junto a uma das laterais da grande praça pública (ágora), que era o coração da antiga cidade Atenas. Foi aqui que Paulo debateu com o concílio do Areópago.











deusa Atena 
A cidade de Atenas, dedicada à deusa grega Atena, é dominada pelas ruínas do antigo Parthenon e o complexo de templos que ali se encontrava. Uma colossal estátua de bronze que representava a deusa havia sido dedicada na acrópole no século 5 a.C. A ponta da lança podia ser vista do mar. Na época de Paulo, Atenas era tão famosa por sua universidade quanto pelos seus templos.
   

















DESTAQUE NO SITE

INTRODUÇÃO AO INFERNO

Por que o inferno existe? A justiça de Deus exige um inferno . Além de afirmações diretas, as Escrituras oferecem motivos para a existê...

MAIS ACESSADOS