Costumes Bíblicos: Rei Davi

Aprenda Hebraico Online

Rei Davi



DAVI, O MELHOR REI ISRAELITA
1 Sm 16; 2 Sm 24; 1 Cr 11--29
Davi, o pastor (1 Sm 16.1-13).
  1. Samuel foi instruído a visitar a casa de Jessé em Belém e a ungir um de seus oito filhos como rei israelita. E o escolhido por Deus foi Davi. (1 Sm 16.11-13).
Davi, o músico (1 Sm 16.14-23).
  1. A partir desse instante, o rei Saul passou a ser perturbado por um espírito maligno.
  2. A fama de Davi como harpista excelente e habilidoso levou o monarca a expedir uma "ordem de performance", à qual Davi obedeceu prontamente.
  3. A linda música do jovem pastor ajudou o atribulado Saul.
Davi, o soldado (1 Sm 17). Veja (DAVI COM OS FILISTEUS)
Rei David estátua. Cidadela da Cidade Velha Jerusalém/foto de Tehilah - Pinterest
  1. Um guerreiro filisteu chamado Golias desafia os exércitos israelitas por 40 dias (17.16).
  2. Com uma funda e uma pedra, Davi mata esse poderosos soldado (17.49). [...]Tem buscado o Senhor para si um homem segundo o seu coração[...] 1 Sm 13.14.
Davi, o procurado (1 Sm 18--31).
  1. Davi começa sua longeva amizade com Jônatas (18.1-4; 20.41,42; 23.16-18).
  2. Sua crescente popularidade provoca o ciúme insano de Saul, que tenta matar Davi, empregando: A). Jônatas (compare 18.5 com 18.13). B). Tentativas privadas de assassinato (18.11,21,25; 19.1,10,15). C). Trapaças ( 18.25-27). D). Uma caça abertamente a Davi, como se ele fosse um animal selvagem (23.15,26; 24.2; 26.2,17-20).
Esta caverna de Adulão é o local onde Davi se escondeu do rei Saul./Foto de Sheshé Madsen

Veja o Salmo 142 que Davi fez quando estava dentro dessa caverna





Davi, o soberano (2 Sm 1--10; 1 Cr 11--19).
a)- Com a morte de Saul, Davi vai até Hebrom conforme as ordens de Deus e é ungido pelos homens de Judá como rei daquela tribo (2Sm 2.1-4).
b)- Depois de uma guerra de sete anos, Davi é vitorioso sobre a casa de Saul e, em Hebrom, unge-se rei pelas doze tribos (2Sm 3--5).
c)- E conquista a cidade de Jerusalém, tornando-a a nova capital (2Sm 5.6-10). Davi capturou Jerusalém e fez dela sua base permanente (1Cr 11.4-9; 14.1,2). Os jebuseus, defensores pagãos de Jerusalém, ridicularizaram o plano  de Davi de tomar a cidade. Davi prometeu que o primeiro soldado israelita a entrar na cidade se tornaria o seu líder militar. Joabe, sobrinho de Davi, fez isso e obteve a posição de comandante do exército. Ao tomar a cidade, Davi começou a expandi-la. Ele, então contratou Hirão, rei de Tiro, para construir-lhe uma casa.
d)- Então, Davi leva a arca do concerto para a Cidade Sagrada (2Sm 6.1-19; 1Cr 15--16).
e)- Davi deseja construir um Templo para Deus, mas isso não lhe é permitido (2Sm 7.17; 1Cr 17.4).
f)- Ele então recebe de Deus o sumamente importante concerto davídico (2Sm 7.8-17; 1Cr 17.7-15). Em sua essência, tal concerto predizia a eventual chegada do Reino milenar de Cristo, a semente de Davi, sobre a terra.
g)- Davi procura Mefibosete, o filho aleijado de Jônatas, e demonstra misericórdia para ele (2Sm 9.1-13).
Davi, o pecador (2Sm 11)
  1. Davi comete adultério com Bate-Seba.
  2. Em seguida, ele conspira para que Urias, marido dela, morra no campo de batalha (2Sm 11).
Davi, o aflito (2Sm 12--21; 1Cr 20;21)

Tumba de Absalão - Jerusalém
  1. Natã, o profeta, confronta Davi em relação a esses atos pecaminosos, e o rei confessa-os (2Sm 12.1; Sl 32; 51).
  2. Deus  perdoa-o, mas determina quatro punições para Davi (compare 2Sm 12.5,6 com 12.9-12). A) A morte de seu filho recém-nascido (2Sm 12.18). B) O estrupo de Tamar, filha de Davi, por Amom, também filho de Davi (2Sm 13.14). C) O assassinato de Amom pelas mãos de seu meio-irmão (e filho de Davi) Absalão (2Sm 13.29). D) A rebelião de Absalão contra o trono do próprio pai (2Sm 15--18).
Davi, o estadista (2Sm 21.1-14)
  1. Durante três anos, Deus faz vigorar sobre os israelitas uma praga para puni-los pelos pecados passados de Saul contra a nação de Gibeão.
  2. Davi aplaca a praga ao negociar com os gibeonitas. Estes determinam que a justiça só será restabelecida se lhes for permitido executar sete dos pecaminosos filhos de Saul (2Sm 21.1-14).
Davi, o estatístico (2Sm 24; 1Cr 21)
  1. Davi sucumbe à tentação de Satanás e realiza um recenseamento no povo israelita (1Cr 21.1-6).
  2. Uma praga divina advém, mas é eventualmente interrompida quando Davi implora ao anjo da morte (2Sm 24.15-25; 1Cr 21.18-30).
Davi, o patrono (1Cr 22--29)
  1. Davi preside um grande culto de dedicação ao futuro Templo (2Sm 22.5,9,10).
  2. Ele mesmo contribui com uma quantia equiparável a milhões de dólares e ajuda a levantar muitos outros milhões em fundos (1Cr 29.4,6,7).
  3. Em seguida, Salomão recebe de Davi as plantas do Templo que este recebera anteriormente de Deus (1Cr 28.19).
  4. Davi então enuncia uma das orações mais bonitas das Escrituras (2Sm 22.10-19).
Davi, o escriba (2Sm 22.1; 23.1-3)
Davi escreve a metade dos Salmos na Palavra de Deus.
Davi e os Salmos
Quase metade dos salmos, 73 deles, incluindo praticamente a íntegra do Livro 1, traz, no título hebraico, a seguinte observação: "de Davi". São os seguintes: 3--9; 11--32; 34--41; 51--65; 68--70; 86; 101; 103; 108--110; 122; 124; 131; 133; 138--145.
Catorze deles estão relacionados com acontecimentos na vida de Davi: 3; 7; 18; 30; 34; 51; 52; 54; 56; 57; 59; 60; 63; 142.
O Espírito do SENHOR falou por mim, e a sua palavra esteve em minha boca. (2Sm 23.2 e 23.1-3; 22.1)
Davi, o sábio (1Rs 2)
Em seu leito de morte, Davi exorta Salomão a:
  1. Agir como um homem de Deus (1Rs 2.2).
  2. Ser verdadeiro com a Palavra de Deus (1Rs 2.3).
  3. Confiar nas promessas de Deus (1Rs 2.4).
  4. Aplicar a justiça de Deus (1Rs 2.5).
Davi e Deus
  1. A avaliação de Davi por Deus Ele foi o que andou nos caminhos de Deus, obedecendo a Seus estatutos e comandos divinos (1Rs 3.14; 11.38).
  2. Ele era um homem de integridade e de retidão (1Rs 9.4; 14.8; 15.5).
  3. Ele era um homem segundo o coração de Deus (1Sm 13.14; At 13.22).
As promessas de Deus para Davi
  1. Que ele receberia um reino eterno (2Sm 7.16).
  2. Que Jerusalém seria a capital desse reino (1Rs 11.36; 15.4).
  3. Que o Messias da casa de Davi um dia reinaria sobre o reino eterno (Is 9.6,7; 16.5; Jr 23.5; 33.15-17).
  4. Que Davi serviria como vice-regente sob o Messias durante o milênio (Jr 30.9; Ez 34.24; 37.24,25; Os 3.5).
Davi e Jesus
Jesus referiu-se a um evento na vida de Davi para defender Seus discípulos, que foram criticados por colher espigas no sábado (Mt 12.3,4; Mc 2.25,26).
Ele mencionou Davi durante suas tentativas de convencer os perversos fariseus da própria deidade (Mt 22.41-45).
Cristo foi referido como filho de Davi durante Seu ministério na terra e antes da morte:
  1. Por Mateus (Mt 1.1)
  2. Por dois cegos (Mt 9.27).
  3. Por uma multidão quando curou um endemoninhado cego e mudo (Mt 12.23).
  4. Por uma mãe cananeia (Mt 15.22).
  5. Por dois cegos em Jericó (Mt 20.30, 31).
  6. Pela multidão na entrada triunfal em Jerusalém (Mt 21.9,15).
  7. Pelos fariseus (Mt 22.41,42).
  8. Pelo Bartimeu (Mc 10.46-48).
  9. Por Paulo (Rm 1.3; 2Tm 2.8).
  10. Por um dos anciãos do céu (Ap 5.5).
  11. Pelo próprio Jesus (Ap 22.16).
Tumba do Rei David, Rei de Jerusalém/Pin de Cynthia Ann

DESTAQUE NO SITE

INTRODUÇÃO AO INFERNO

Por que o inferno existe? A justiça de Deus exige um inferno . Além de afirmações diretas, as Escrituras oferecem motivos para a existê...

MAIS ACESSADOS