Costumes Bíblicos: Rei Davi

Israel Institute of Biblical Studies

CANAL DO SITE

Rei Davi



O MELHOR REI ISRAELITA
1 Sm 16; 2 Sm 24; 1 Cr 11--29
Davi, o pastor (1 Sm 16.1-13)
Samuel foi instruído a visitar a casa de Jessé em Belém e a ungir um de seus oito filhos como rei israelita. E o escolhido por Deus foi Davi. (1 Sm 16.11-13). 
Davi, o músico (1 Sm 16.14-23). 
  1. A partir desse instante, o rei Saul passou a ser perturbado por um espírito maligno. 
  2. A fama de Davi como harpista excelente e habilidoso levou o monarca a expedir uma "ordem de performance", à qual Davi obedeceu prontamente. 
  3. A linda música do jovem pastor ajudou o atribulado Saul. 
Davi, o soldado (1 Sm 17). Veja (DAVI COM OS FILISTEUS)
  • Um guerreiro filisteu chamado Golias desafia os exércitos israelitas por 40 dias (17.16). 
  • Com uma funda e uma pedra, Davi mata esse poderosos soldado (17.49). [...]Tem buscado o Senhor para si um homem segundo o seu coração[...] 1 Sm 13.14. 
Davi, o procurado (1 Sm 18--31). 
  • Davi começa sua longeva amizade com Jônatas (18.1-4; 20.41,42; 23.16-18). 
  • Sua crescente popularidade provoca o ciúme insano de Saul, que tenta matar Davi, empregando: A). Jônatas (compare 18.5 com 18.13). B). Tentativas privadas de assassinato (18.11,21,25; 19.1,10,15). C). Trapaças ( 18.25-27). D). Uma caça abertamente a Davi, como se ele fosse um animal selvagem (23.15,26; 24.2; 26.2,17-20). 
Esta caverna de Adulão
 é o local onde Davi 
se escondeu do rei Saul
/Foto de Sheshé Madsen 

Veja o Salmo 142 que Davi fez quando estava dentro dessa caverna 
Davi, o soberano (2 Sm 1--10; 1 Cr 11--19).
a)- Com a morte de Saul, Davi vai até Hebrom conforme as ordens de Deus e é ungido pelos homens de Judá como rei daquela tribo (2Sm 2.1-4).
b)- Depois de uma guerra de sete anos, Davi é vitorioso sobre a casa de Saul e, em Hebrom, unge-se rei pelas doze tribos (2Sm 3--5).
c)- E conquista a cidade de Jerusalém, tornando-a a nova capital (2Sm 5.6-10). Davi capturou Jerusalém e fez dela sua base permanente (1Cr 11.4-9; 14.1,2). Os jebuseus, defensores pagãos de Jerusalém, ridicularizaram o plano de Davi de tomar a cidade. Davi prometeu que o primeiro soldado israelita a entrar na cidade se tornaria o seu líder militar. Joabe, sobrinho de Davi, fez isso e obteve a posição de comandante do exército. Ao tomar a cidade, Davi começou a expandi-la. Ele, então contratou Hirão, rei de Tiro, para construir-lhe uma casa.
d)- Então, Davi leva a arca do concerto para a Cidade Sagrada (2Sm 6.1-19; 1Cr 15--16).
e)- Davi deseja construir um Templo para Deus, mas isso não lhe é permitido (2Sm 7.17; 1Cr 17.4).
f)- Ele então recebe de Deus o sumamente importante concerto davídico (2Sm 7.8-17; 1Cr 17.7-15). Em sua essência, tal concerto predizia a eventual chegada do Reino milenar de Cristo, a semente de Davi, sobre a terra.
g)- Davi procura Mefibosete, o filho aleijado de Jônatas, e demonstra misericórdia para ele (2Sm 9.1-13).
Davi, o pecador (2Sm 11) 
  • Davi comete adultério com Bate-Seba
  • Em seguida, ele conspira para que Urias, marido dela, morra no campo de batalha (2Sm 11). 
Davi, o aflito (2Sm 12--21; 1Cr 20;21)
Tumba de Absalão - Jerusalém 
  • Natã, o profeta, confronta Davi em relação a esses atos pecaminosos, e o rei confessa-os (2Sm 12.1; Sl 32; 51). 
  • Deus perdoa-o, mas determina quatro punições para Davi (compare 2Sm 12.5,6 com 12.9-12). A) A morte de seu filho recém-nascido (2Sm 12.18). B) O estrupo de Tamar, filha de Davi, por Amom, também filho de Davi (2Sm 13.14). C) O assassinato de Amom pelas mãos de seu meio-irmão (e filho de Davi) Absalão (2Sm 13.29). D) A rebelião de Absalão contra o trono do próprio pai (2Sm 15--18). 
Davi, o estadista (2Sm 21.1-14) 
  • Durante três anos, Deus faz vigorar sobre os israelitas uma praga para puni-los pelos pecados passados de Saul contra a nação de Gibeão. 
  • Davi aplaca a praga ao negociar com os gibeonitas. Estes determinam que a justiça só será restabelecida se lhes for permitido executar sete dos pecaminosos filhos de Saul (2Sm 21.1-14). 
Davi, o estatístico (2Sm 24; 1Cr 21) 
  • Davi sucumbe à tentação de Satanás e realiza um recenseamento no povo israelita (1Cr 21.1-6). 
  • Uma praga divina advém, mas é eventualmente interrompida quando Davi implora ao anjo da morte (2Sm 24.15-25; 1Cr 21.18-30). 
Davi, o patrono (1Cr 22--29) 
  • Davi preside um grande culto de dedicação ao futuro Templo (2Sm 22.5,9,10). 
  • Ele mesmo contribui com uma quantia equiparável a milhões de dólares e ajuda a levantar muitos outros milhões em fundos (1Cr 29.4,6,7). 
  • Em seguida, Salomão recebe de Davi as plantas do Templo que este recebera anteriormente de Deus (1Cr 28.19). 
  • Davi então enuncia uma das orações mais bonitas das Escrituras (2Sm 22.10-19). 
Davi, o escriba (2Sm 22.1; 23.1-3)
Davi escreve a metade dos Salmos na Palavra de Deus.
O Espírito do SENHOR falou por mim, e a sua palavra esteve em minha boca. (2Sm 23.2 e 23.1-3; 22.1)
Davi e os Salmos 
Quase metade dos salmos, 73 deles, incluindo praticamente a íntegra do Livro 1, traz, no título hebraico, a seguinte observação: "de Davi". São os seguintes: 3--9; 11--32; 34--41; 51--65; 68--70; 86; 101; 103; 108--110; 122; 124; 131; 133; 138--145.
Catorze deles estão relacionados com acontecimentos na vida de Davi: 3; 7; 18; 30; 34; 51; 52; 54; 56; 57; 59; 60; 63; 142. 
Rei David estátua.
Cidadela da Cidade
Velha Jerusalém/
foto de Tehilah - Pinterest 

Davi, o sábio (1Rs 2)
  • Em seu leito de morte, Davi exorta Salomão a: 
  • Agir como um homem de Deus (1Rs 2.2). 
  • Ser verdadeiro com a Palavra de Deus (1Rs 2.3). 
  • Confiar nas promessas de Deus (1Rs 2.4). 
  • Aplicar a justiça de Deus (1Rs 2.5). 
Davi e Deus 
  • A avaliação de Davi por Deus Ele foi o que andou nos caminhos de Deus, obedecendo a Seus estatutos e comandos divinos (1Rs 3.14; 11.38). 
  • Ele era um homem de integridade e de retidão (1Rs 9.4; 14.8; 15.5). 
  • Ele era um homem segundo o coração de Deus (1Sm 13.14; At 13.22). 
As promessas de Deus para Davi 
  • Que ele receberia um reino eterno (2Sm 7.16). 
  • Que Jerusalém seria a capital desse reino (1Rs 11.36; 15.4). 
  • Que o Messias da casa de Davi um dia reinaria sobre o reino eterno (Is 9.6,7; 16.5; Jr 23.5; 33.15-17). 
  • Que Davi serviria como vice-regente sob o Messias durante o milênio (Jr 30.9; Ez 34.24; 37.24,25; Os 3.5). 
Davi e Jesus
Jesus referiu-se a um evento na vida de Davi para defender Seus discípulos, que foram criticados por colher espigas no sábado (Mt 12.3,4; Mc 2.25,26).
Tumba do Rei David,
 Rei de Jerusalém
Ele mencionou Davi durante suas tentativas de convencer os perversos fariseus da própria deidade (Mt 22.41-45).
Cristo foi referido como filho de Davi durante Seu ministério na terra e antes da morte: 
  • Por Mateus (Mt 1.1) 
  • Por dois cegos (Mt 9.27). 
  • Por uma multidão quando curou um endemoninhado cego e mudo (Mt 12.23). 
  • Por uma mãe cananeia (Mt 15.22). 
  • Por dois cegos em Jericó (Mt 20.30, 31). 
  • Pela multidão na entrada triunfal em Jerusalém (Mt 21.9,15). 
  • Pelos fariseus (Mt 22.41,42). 
  • Pelo Bartimeu (Mc 10.46-48). 
  • Por Paulo (Rm 1.3; 2Tm 2.8). 
  • Por um dos anciãos do céu (Ap 5.5). 
  • Pelo próprio Jesus (Ap 22.16). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

DESTAQUE NO SITE

A GENEALOGIA DE JESUS

A GENEALOGIA DE JESUS CRISTO veio do Pai (Jo 16.28), mas nasceu de uma mulher (Gl 4.4). Já os textos proféticos expressava essa duali...