Costumes Bíblicos: Bate-Seba e Davi

Israel Institute of Biblical Studies

Bate-Seba e Davi


Davi comete adultério com Bate-Seba
2 Samuel 11:1-27/2 Samuel 12:1-31
Seu pecado de adultério (2Sm 11.1-5).
Em vez de liderar as suas tropas, que, na época, estavam lutando contra os amonitas, Davi estava satisfazendo-se em Jerusalém.
Certa noite, sem conseguir dormir, ele foi fazer uma caminhada no topo do palácio. Olhando para a cidade, ele viu uma bela mulher tomando o seu banho da noite. Ao descobrir que seu nome era Bate-Seba, Davi mandou buscá-la, mesmo sabendo que ela era casada com Urias, um dos seus soldados.
Davi deitou-se com ela e logo descobriu que ela estava grávida.
Seu pecado de engano (2Sm 11.6-13).
Davi tirou Urias das linhas de frente para casa, esperando que ele dormisse com a sua esposa e concluísse depois que o filho que estava para nascer fosse dele.
Mas Urias recusou-se (talvez por perceber a verdade) a cooperar com o plano de engano do rei.
Quando Davi lhe perguntou porque ele não dormiu com Bate-Seba, Urias respondeu em palavras que talvez tenha sido um duro golpe para o rei (2Sm 11.11).
Seu pecado de assassinato (2Sm 11.14-27).
Percebendo que Urias não podia ser comprometido, Davi enviou-o de volta à guerra com uma carta selada, instruindo Joabe, comandante militar de Israel, a fazer com que ele fosse morto em batalha.
Davi logo recebeu a mensagem de que Urias foi morto em batalha.
Davi acabou casando-se com Bate-Seba, e seu filho, um menino, nasceu.
Davi, o sofredor (2Sm 11.27).
A repreensão do profeta 
Davi foi duramente repreendido pelo profeta Natã por seus terríveis pecados de adultério, engano e assassinato (2Sm 12.1-9).
A ilustração: Natã contou uma história de como um rico fazendeiro, com muitos rebanhos, tomou de um fazendeiro pobre o seu único cordeiro de estimação e serviu-o em um banquete.
A indignação: Davi, furioso, jurou que o rico seria forçado a devolver quatro vezes mais o que tomou do pobre fazendeiro e, então, dar a própria vida.
A identificação (2Sm 12.7,9).
O castigo do Senhor (2Sm 12.10-12,14).
A confissão do rei (Sl 51.1-4; veja também Sl 32.5).
A primeira reação de Davi à parábola de Natã foi a exigência de que o culpado primeiro pagasse o quádruplo ao fazendeiro pobre e depois fosse morto. Aparentemente, deus deu a Davi a própria sentença do rei. Embora não fosse morrer, Davi pagaria o quádruplo por seu pecado contra Urias. O monarca, de coração partido, agora humildemente se submetia à mão castigadora do Senhor.
Doença e morte (2Sm 12.15-25).
A partida do primeiro filho de Bate-Seba.
A luta de Davi (2Sm 12.15,16).
O testemunho de Davi. Ao saber, por seu servo, que seu filho morreu, o rei respondeu: (2Sm 12.22,23).
A chegada do segundo filho der Bate-Seba (2Sm 12.24).
Resumindo:
O exército de Davi guerreava os amonitas, mas naquela primavera o rei decidiu não acompanhar as tropas. Depois da sesta, quando o clima já era agradável, Davi estava passeando no terraço do palácio. Dali, podia olhar para baixo e ver o que se passava nas redondezas. Pois, no pátio interno de uma casa próxima ao palácio a deslumbrante Bate-Seba fazia o ritual mensal de purificação após a menstruação. Aquilo que aconteceu depois - adultério e assassinato - foi um divisor de águas na vida de Davi. Daquele momento em diante ele só colheria os frutos amargos do seu pecado. Embora tudo parecesse correr de acordo com o planejado (27), "o Senhor não gostou do que Davi tinha feito."
(É significativo que o Cronista não faz qualquer referência a esse episódio, em seu relato da vida de Davi.)
Joabe - Davi não havia feito nada contra Joabe pelo assassinato de Abner. Agora Joabe teria que provocar a morte de Urias por ordem do rei.
Urias, o heteu - Urias integrava a guarda pessoal de Davi. Estava longe de casa, participando da guerra promovida pelo rei.
O exército estava em guerra, vivendo em tendas, e a regra era que os homens se abstivessem de relações sexuais. Se Urias tivesse sido um homem menos escrupuloso, teria ido para casa dormir com Bate-Seba. Neste caso, o filho poderia ter sido considerado dele, e ele não teria sido morto. Mas é possível que ele já suspeitasse do ocorrido.

DESTAQUE NO SITE

O CASAMENTO DO CORDEIRO

Quais são os fatos acerca do casamento do Cordeiro? A. As referências das Escrituras envolvidas. a) Esse casamento é descrito ...

MAIS ACESSADOS