Costumes Bíblicos: O Novo Testamento - Introdução

O Novo Testamento - Introdução

Você está prestes a estudar o livro mais influente já escrito, o Novo Testamento. É claro que essa declaração inclui o Antigo Testamento porque é o fundamento sobre o qual o Novo se apoia. Esses dois livros compõe a Bíblia, a mensagem de Deus para o mundo.
A influência do Novo Testamento é ilustrada pelas inúmeras pessoas, ao longo da história, que leram a sua mensagem de salvação do pecado e de liberdade em Cristo Jesus, creram nas promessas de Deus, e tiveram a vida transformada.
Ela é também ilustrada pelas nações e impérios que foram fundados e influenciados pelas Escrituras. As leis desses povos foram baseadas nos valores judaico-cristãos, e seus cidadãos procuravam viver segundo a ética protestante/puritana. Seguir os princípios da Palavra de Deus fez deles uma grande nação.
O Novo Testamento começa (primeira seção) com quatro biografias do Filho de Deus, chamadas de Evangelhos, cada uma enfatizando um aspecto diferente da vida de Jesus. Uma virgem deu à luz e chamou seu filho de Jesus, como um anjo a havia instruído. Jesus foi criado em Nazaré da Galileia e crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens (Lc 2.52). Aos 30 anos de idade, Ele começou a pregar a mensagem do Reino de Deus e a realizar milagres para mostrar que Ele era o Messias. O povo escutava-o com alegria, mas os religiosos judeus e os líderes políticos rejeitaram-no e tramaram para matá-lo. (Veja "Partidos políticos e religiosos do tempo de Jesus") Ele foi crucificado pelos soldados romanos, mas morreu como o Cordeiro de Deus pelos pecados do mundo (Jo 1.29). Três dias depois, Cristo levantou-se dentre os mortos e passou 40 dias preparando Seus discípulos para um ministério mundial, pregando a mensagem da Sua morte e da Sua ressurreição como a base da salvação para todos quantos cressem.
O livro de Atos dos Apóstolos (segunda seção do Novo Testamento) - conta a história do início e do crescimento dos grupos de fiéis chamados de igreja. Atos dos Apóstolos apresenta a história da Igreja primitiva desde o Pentecostes até o encarceramento de Paulo em Roma (aproximadamente em 62 d.C.).
As cartas de Paulo compõem a terceira seção do Novo Testamento. essas cartas tornaram-se a base do ensino da crença doutrinária e das práticas cristãs.
Epístolas gerais (quarta seção do Novo Testamento) - estas incluem uma carta aos Hebreus em Jerusalém, uma carta de Tiago, o meio-irmão de Jesus, e cartas dos apóstolos Pedro, João e Judas. Elas foram escritas para resolver problemas específicos entre igrejas e fiéis.
O livro de Apocalipse (quinta, ou última seção do Novo Testamento) - escrito por João, o apóstolo, quando Jesus apareceu a ele e disse-lhe: Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer (Ap 1.19).
Queremos que você estude o Novo Testamento para que aprenda sobre Deus e que, nesta experiência, encontre a vontade do Altíssimo para a sua vida.
No nosso menu lado esquerdo do site, você vai encontrar os estudos em detalhes riquíssimos, sobre os quatros Evangelhos e as epístolas e o Apocalipse. Clique em cada opção exibida e seja ricamente abençoado! Paz!
"A nossa oração é que você desfrute do estudo do Novo Testamento e que, em sua pesquisa, esforce-se para tocar em Deus. Porém, o mais importante é que, desde já, oramos para que o Senhor também venha tocá-lo." Amém!

DESTAQUE NO SITE

JESUS e a Lei

Jesus rejeitou a  Lei? Não. Veja: Mt 5.17; Jo 14.10; 14.21; Rm 7.12; Gn 26.5; Ex 31.18  Alguns cristãos acreditam equivocadament...

MAIS ACESSADOS