Costumes Bíblicos: Deus e o Universo

Deus e o Universo

Deus e o Universo 
Embora nem todos os cristãos concordem quanto ao mecanismo da criação, a posição da Bíblia sobre o relacionamento entre Deus e o universo é clara, em princípio.
Um só Criador
Deus é o único Criador do universo. Seja qual for o mecanismo usado ou o período de tempo que se tem em vista, a Bíblia enfatiza que tudo no universo deve sua existência à vontade soberana de Deus (veja, p.ex., Gn 1.1; Jo 1.3; Cl 1.16).
Portanto, a Bíblia desafia o "cientismo", isto é, a crença de que a ciência tem a única explicação sobre a origem do universo. A ciência pode descrever como Deus o fez, mas não responde por que o universo existe.
A Bíblia questiona todas as formas de adoração da natureza, seja no animismo ou em alguns ramos da Nova Era, ao enfatizar a distinção entre Deus e a criação.
Também nos desafia em termos de preocupação pelo meio ambiente. O mundo não existe para ser usado da forma que bem entendemos, mas é a criação de Deus que nos foi entregue para que dela cuidemos.
Ordem
Deus é a fonte da ordem no universo. É Deus quem mantém o universo em existência, e a sua fidelidade é o fundamento daquilo que achamos de leis da ciência (Cl 1.17). Isto, na verdade, forneceu uma base para a ciência moderna e hoje permite que se considere a ciência uma atividade cristã legítima. A ciência revela a ordem do universo ou, como disse Keple, a ciência pensa os pensamentos de Deus depois que ele já os pensou.  
Relacionamentos
Deus coloca os relacionamentos no centro do universo. Ao contrário das histórias babilônicas de criação, nas quais os seres humanos são criados apenas como escravos dos deuses, a Bíblia indica que o ápice da ordem criada é a oportunidade de homens e mulheres se relacionarem com o Deus Criador. Só eles foram criados à imagem de Deus, receberam intimidade de relacionamento e a responsabilidade da administração (Gn 1.26-28; 2.4-25; Sl 8.3-8).
O mundo não deve ser adorado como se fosse um organismo divino, nem abusado como se fosse uma máquina impessoal; deve ser usado para o bem, sob a responsabilidade pelo Criador que quer estar bem próximo dos seres humanos.
Adoração
O Deus do universo quer ser adorado. A Bíblia não
discute o relacionamento de Deus com o universo em termos puramente acadêmicos. Como Sl 8 e Sl 19 deixam claro, quando contemplamos o universo de Deus somos inspirados a adorar a admirar a originalidade, o cuidado e a beleza do Criador. 
Salvando o universo
Deus realiza a sua obra de salvação dentro do universo. O mesmo Deus que é maior que o universo, que cria e sustenta o universo em cada momento de sua existência, também age nele. A salvação foi realizada pela ação do Deus eterno em pontos determinados da história do universo, especialmente na vida, morte e ressurreição de Jesus (Cl 1.15-20). 
Transformando o universo
O propósito de Deus não se limita a este universo. Embora a Bíblia insista que a criação seja boa (Gn 1.31), também reconhece que, por causa da queda da humanidade, o universo não é como deveria ser. Isto representa um tema central que se cumprirá quando Deus criar um novo céu e uma nova terra, conforme descrição de Ap 21.1. A segunda vinda de Cristo significa uma transformação no próprio universo. 

DESTAQUE NO SITE

JESUS e a Lei

Jesus rejeitou a  Lei? Não. Veja: Mt 5.17; Jo 14.10; 14.21; Rm 7.12; Gn 26.5; Ex 31.18  Alguns cristãos acreditam equivocadament...

MAIS ACESSADOS