Costumes Bíblicos: A Ascensão

Israel Institute of Biblical Studies

A Ascensão


Quem previu a ascensão de Jesus Cristo?
Quando e como Ele ascendeu?
Quem previu que Ele ascenderia?
  1. No Antigo Testamento, Davi, o rei de Israel (Sl 68.18).
  2. No Novo Testamento, Jesus, o Rei dos reis (Jo 6.62; 16.28; 20.17).
Quando Ele ascendeu?
Exatamente 40 dias após a Sua ressurreição (At 1.1-3).
Como Ele ascendeu?
Acredita-se que a nuvem mencionada em Atos dos Apóstolos 1 refira-se à nuvem da glória shekinah de Deus, mencionada pela primeira vez em Êxodo 13.21,22. Essa ocasião em Atos dos Apóstolos, então, marcaria a quarta das seis principais aparições da nuvem de glória associada à pessoa e à obra de Jesus Cristo.
Estas são:

  1. No seu nascimento (Lc 2.8-14).
  2. Durante a visita dos magos (Mt 2.1,2,9,10). Muitas pessoas acreditam que a estrela especial aqui era uma referência à glória shekinah de Deus.
  3. Durante a Sua transfiguração (Mt 17.1-5).
  4. Na Sua ascensão (At 1.9).
  5. Na Sua vinda antes da tribulação (1Ts 4.17).
  6. Na Sua vinda após a tribulação (Mt 24.30; Mt 26.64; Ap 1.7).
De onde e para onde Jesus Cristo ascendeu?
De que lugar da terra Ele ascendeu (At1.12)?

Informações sobre o monte das Oliveiras.
  • Ele é 97m mais alto do que o monte Moriá.
  • Ele eleva-se até uma altura de 836m acima do nível do mar.
  • Seu nome é derivado das oliveiras plantadas ali.
  • Às vezes, ele é chamado de monte das Luzes.
A importância do monte das Oliveiras.
Essa montanha teve um lugar de destaque no ministério terreno de Jesus.
  • Segundo a tradição, ela teria sido o lugar onde o Senhor fez a oração do Pai-Nosso pela primeira vez (Mt 6.9-13). A Igreja do Pai-nosso,construída em 1868, tem a oração gravada em 32 línguas em 32 placas de mármore, cada uma medindo 90cm de largura por 1,80m de comprimento. A Bíblia diz que Jesus visitava esse monte com frequência (Lc 22.39).
  • Foi dali que Ele saiu para a entrada triunfal [em Jerusalém] (Mt 21.1,2).
  • Foi ali que Ele ensinou Sua longa lição profética (Mt 24.3).
  • É possível que Ele tenha passado as últimas noites antes da Sua morte ali (Lc 21.37,8).
  • É possível que Ele tenha feito Sua grande oração sacerdotal (Jo 17) ali (Mt 26.30).
  • Foi dali que Ele ascendeu (At 1.12).
  • É ali que, um dia, Ele retornará à terra (Zc 14.4).
Para onde Ele ascendeu no céu?
Para a destra de Deus, uma posição da mais alta honra. Por isso hoje o Senhor Jesus Cristo ocupa a posição mais proeminente, privilegiada e poderosa em todo o universo!
  • Conforme previsto. a) Por Davi (Sl 24.7-10; 110.1). b) Por Jesus (Lc 22.69).
  • Conforme cumprido. a) O testemunho de Pedro (At 2.33; 5.31; 1Pe 3.22). b) O testemunho de Paulo (Rm 8.34; Ef 1.20; Cl 3.1). c) O testemunho de Hebreus (Hb 1.3; 8.1; 10.12). d) O testemunho de Estêvão (At 7.55,56).
Por que Jesus Cristo ascendeu? O que Ele está fazendo agora?

Pause um pouco, tome seu fôlego, assista esse vídeo até o final!!! [Eu, todavia, não consigo conter-me e não reprimo as minhas lágrimas e dores fortes na minha alma.]

    
Agora com o coração contrito, continuemos nosso estudo!

Basicamente, Ele ascendeu para encarregar-se de determinados ministérios importantíssimos em favor do povo que remiu pelo Seu sangue.

  • Para funcionar como nosso precursor (Hb 6.19,20). - Jesus é descrito como o nosso precursor. Essa palavra tem sido associada a um pequeno barco, chamado de precursor. No mundo antigo, grandes navios oceânicos, muitas vezes, tinham dificuldade de aproximar-se dos portos gregos que eram muito rasos. Para lidar com esse problema, um pequeno barco precursor, frequentemente, era enviado para ajudar a prender a âncora do navio ao porto. O Dr. Kenneth Wuest faz uma analogia: A âncora do crente, portanto, é afixada ao interior do véu do Lugar Santíssimo no céu. Aqui, temos algumas figuras riquíssimas. Nossa vida presente é o oceano: a alma [...] do crente, como um navio agitado pela tempestade, está presa pela âncora ao interior do véu, atada pela fé à realidade abençoada no interior do véu. (Hebrews in the Greek New Testament.p.125)
  • Para preparar um lugar para nós. 1) Esse lugar (na verdade, uma cidade) é prometido por Jesus em João 14 (Jo 14.2). 2) Esse lugar (cidade) é descrito em Apocalipse 21 (Ap 21.2,10,11,23).
  • Para conceder dons espirituais ao Seu povo (Ef 4.7,8,11-13). Um dom espiritual é uma habilidade sobrenatural concedida por Cristo ao cristão por intermédio do Espírito Santo (1Co 12.7-11) no momento da salvação, com um propósito duplo. a) Glorificar a Deus (Ap 4.11). b) Edificar a Igreja (Ef 4.12).
  • Para oferecer encorajamento ao Seu povo (Hb 4.14-16; 12.1-3).
  • Para fazer orações sacerdotais por nós. Muitos crentes consideram o apóstolo Paulo como o cristão mais importante e espiritual que já viveu até hoje. Certamente, ele era um guerreiro de oração poderoso e efetivo. Quando Paulo falava com Deus, prisões eram sacudidas, portas eram abertas, cadeias eram desatadas, e pessoas eram salvas (At 16.25-34)! Com tudo isso em mente, suponhamos que, no meio do seu momento mais obscuro de dor e aflição, o telefone toque, e o apóstolo Paulo esteja do outro lado da linha. "Querido irmão", diz ele, "eu queria que você soubesse que estou ciente dos seus terríveis sofrimentos e, por isso, planejo passar as próximas 24 horas de joelhos em oração, clamando exclusivamente por você!" Que consolo e segurança isso lhe traria! Imagine só - o grande apóstolo Paulo, escritor de metade do Novo Testamento, está orando por você! Mas espere! Em meio à sua angústia e às suas lágrimas, você escuta outra voz. "Filho amado, preciso que você saiba que eu estou plenamente ciente de toda a sua tristeza, angústia e desespero. Por isso, planejo fazer hoje aquilo que venho fazendo desde o momento da sua salvação e que continuarei a fazer por toda a sua vida, a saber, pretendo passar cada segundo de cada minuto de cada hora de cada dia à destra do Meu Pai, orando por você!" Isso não serviria como um bálsamo abençoado para aliviar a alma ferida? Isso não curaria o ferimento aberto do coração humano? Certamente que sim, e é exatamente isso que o Salvador está fazendo neste exato momento por cada cristão que está lendo estas palavras (Rm 8.34; Hb 9.25). Aqui, Ele opera de uma maneira dupla: 1) Agindo como nosso intercessor (por causa das fraquezas e fragilidades do cristão). Enquanto estava na terra, nosso Senhor disse a Pedro certa vez: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo. Mas roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça. (Lc 22.31,32) - De acordo com muitas passagens do Novo Testamento, o Salvador continua a exercer do céu Seu ministério abençoado pelo Seu povo (Hb 7.25). 2) Agindo como nosso advogado (por causa dos pecados do crente) (1Jo 1.9; 2.1; Ap 12.10).
  • Para enviar a promessa do Pai (At 1.4). Muita tinta já foi usada tentando explicar estas quatro palavras: A promessa do Pai. Várias passagens das Escrituras deixam claro que a promessa do Pai (Jl 2.28; At 2.16) e também a promessa do Filho (Jo 14.16-26; 15.26; 16.7) referem-se à chegada do Espírito Santo de Deus. Simão Pedro testifica isso durante o seu sermão no Dia de Pentecostes (At 2.32,33).
  • Para cuidar das Suas igrejas (Ap 1.10; 3.22). Nessa passagem extraordinária, o apóstolo João, na ilha de Patmos, vê o Cristo ressurreto e glorificado entre sete castiçais de ouro, vestindo trajes de sumo sacerdote. João é informado de que os castiçais simbolizam igrejas locais na terra. Essa maravilhosa passagem descreve a última das três posições, por assim dizer, do Cristo ressurreto no céu. Ele é visto: 1) Sentado (Hb 10.12). 2) De pé (At 7.56). 3) Andando (Ap 2.1).
    ORA VEM SENHOR YESHUA!
  • Para trabalhar por intermédio do Seu povo (Jo 14.12). É claro que, aqui, devemos entender que a palavra maiores refere-se à quantidade, e não à qualidade. Isso significa, simplesmente, que Jesus, agindo por intermédio do Espírito Santo, encarregaria o Seu povo de fazer aquelas coisas que Ele mesmo não fez enquanto esteve na terra. Essas tarefas incluiriam: 1) Escrever livros cristãos, artigos, folhetos etc. 2) Pregar o evangelho em todo o mundo por meio da televisão, do rádio, da internet etc. 3) Traduzir a Palavra de Deus para diversas línguas. 4) Organizar institutos, universidades e seminários bíblicos para treinar obreiros para o ministério.
  • Para esperar até que Ele esteja pronto para derrotar os Seus inimigos. a) Esse ministério conforme predito (Sl 2.8,9; 110.1). b) Esse ministério conforme cumprido (Ap 19.11-16).


DESTAQUE NO SITE

JESUS numa sociedade pluralista

Na Palestina do tempo de Jesus, a sociedade era diversificada, mais ou menos como a nossa. Em Cesaréia de Filipe, onde Pedro confe...

MAIS ACESSADOS