Costumes Bíblicos: Josué

Israel Institute of Biblical Studies

CANAL DO SITE

Josué

JOSUÉ, A VIAGEM PARA CANAÃ.

Do Egito ao Sinai.

Trabalhando como soldado (Êx 17.8-16).

Trabalhando como servo

  • Durante toda a marcha do êxodo, Josué serviu como servo fiel de Moisés (Êx 24.13; Nm 11.28).
  • Na verdade, seu nome original, Oseias, foi mudado por Moisés para Josué, que significa "Senhor é Salvação" (Nm 13.16).
  • Ele era um homem cheio do Espírito de Deus (Nm 27.18; Dt 34.9).

No Sinai.

Ele acompanhou Moisés até certa altura em direção ao monte Sinai, onde o grande legislador recebeu os Dez Mandamentos (Êx 24.13; 32.17).

Do Sinai a Cades-Barneia.

Seu pedido para que os profetas Eldade e Medade fossem proibidos de profetizar no arraial foi negado por Moisés (Nm 11.26-29).

Em Cades-Barneia.

Sua viagem para a Terra Prometida. Josué, representando a tribo de Efraim, era um dos 12 homens enviados por Moisés para fazer uma busca na terra de Canaã (Nm 13.1-3,8,16).
Seu testemunho acerca da Terra Prometida. Depois do retorno dos 12 homens, apenas Josué e Calebe, fizeram um relato positivo sobre Canaã (Nm 14.6-9).
Eles disseram que Deus, de fato, deu uma terra que manava leite e mel.
Eles disseram que Deus, de fato, protegê-los-ia naquela terra (Nm 14.9)

De Cades-Barneia à margem oriental do rio Jordão

A preocupação do legislador (Nm 27.15-17).
O comando do Senhor (Nm 27.18-20).
Na margem oriental do rio Jordão.
Josué e Moisés (Dt 31.7,8,23).
Josué e Deus. - Deus garantiu vitória a Josué após a morte de Moisés (Dt 31.14,15). Deus Tranquilizou Josué após a morte de Moisés (Js 1.1-9).
  • O que Josué deveria fazer (Js 1.2,6,8).
  • O que Deus iria fazer (Js 1.3,5; 3.7).
Josué e o povo (Js 1.10,11; 3.5).
Josué e os sacerdotes (Js 3.6,13).
Josué e as duas tribos e meia (Js 1.12-18). - As tribos de Rúben, Gade e metade da tribo de Manassés apresentaram a Josué um acordo prévio que fizeram com Moisés.
O pedido envolvido: Que essas duas tribos e meia pudessem estabelecer-se na parte oriental do rio Jordão.
O requerimento envolvido: Esse pedido apenas seria dado caso concordassem em atravessar o rio Jordão e ajudar as nove tribos e meia restantes a derrotar os cananeus.
Josué e os dois espiões (Js 2.1-23).
  • A sua viagem (Js 2.1).
  • O seu testemunho (Js 2.23,24).

JOSUÉ, A TOMADA DE CANAÃ

A travessia envolvida.
O caminho do rio (Js 3.15-17; 4.17,18).
  • Os sacerdotes avançaram rumo ao rio, levando a arca do concerto.
  • Quando os pés deles tocaram as águas, o Jordão se abriu.
  • Depois que toda Israel atravessou até chegar à terra seca, os sacerdotes saíram, fazendo as águas voltarem.
A pirâmide de pedras.
Na margem oeste (antes das águas retornarem), Josué escolheu 12 homens, um de cada tribo, para uma tarefa especial (Js 4.1-9,20-24).
  • O que eles deveriam fazer. - Cada um deveria levar uma pedra do meio do Jordão para ser usada na construção de uma pilha na margem oeste.
  • Porque deveriam fazer isso. - Essas pedras serviriam como memorial para as gerações seguintes, lembrando-as da fidelidade de Deus em repartir o rio.
  • O próprio Josué construiu uma pilha de pedras no meio do Jordão por um propósito similar.
O pânico das nações (Js 5.1).
A purificação do povo (Js 5.2-9).
  • A necessidade envolvida. - Ninguém do sexo masculino em toda essa geração, com exceção de Josué e Calebe, foi circuncidado conforme prescrito por Abraão.
  • O nome envolvido. - O local em que a cerimônia ocorreu chamava-se Gilgal, que significa "rolou", nesse caso, o opróbrio do Egito.
A Páscoa do Cordeiro (Js 5.10).
A provisão da terra (Js 5.11,12).
A presença do Senhor.
  • A guerra por Cristo (Js 5.13).
  • A adoração de Cristo (Js 5.14,15).
 A campanha envolvida.
1) A campanha central - Aqui, a ação principal aconteceu em duas cidades e sobre duas montanhas.
As duas cidades
JERICÓ - Josué recebeu instruções de Deus sobre a batalha contra Jericó (Js 6.1-25).
O que Israel deveria fazer.
  • O exército deveria marchar em volta da cidade uma vez por dia durante seis dias seguidos.
  • No sétimo dia, o exército deveria marchar sete vezes ao redor de Jericó.
  • Durante a sétima volta, os sacerdotes deveriam seguir com ele, soando as trombetas.
  • O povo deveria dar um forte grito.
  • Nenhum soldado deveria pegar espólios para si.
  • Apenas Raabe, a prostituta, sua família imediata e qualquer um que se achasse em sua casa deveria ser poupado.
O que Deus faria.

  • Ele prometeu fazer com que os muros de Jericó desmoronassem.
  • Deus cumpriu Sua palavra, e Jericó foi tomada.
O que Josué fez então. - Ele pronunciou um juramento profético sobre a cidade devastada.
Nota: veja, em 1 Reis 16.24, o maravilhoso cumprimento dessa profecia.
AI - Josué enviou três mil soldados para derrotar o inimigo em Ai, mas suas próprias tropas foram derrotadas completamente (Js 7.1-26).
A preocupação com essa derrota.
  • Josué arrancou suas roupas, jogou pó sobre a cabeça e prostrou-se de rosto diante da arca de Deus.
  • Ele então se queixou ao Senhor por permitir essa derrota, sugerindo que teria sido melhor se Israel permanecesse na margem oriente do Jordão.
As causas que levaram à derrota.
  • A repreensão de Deus - Ele disse a Josué que parasse de queixar-se e ficasse de pé.
  • A revelação de Deus - Josué foi informado de que Israel perdeu a batalha por causa do pecado. Alguém desobedeceu ao roubar e mentir.
A rota de ação em luz dessa derrota. Deus disse a Josué que, na manhã seguinte, ele revelaria a tribo específica envolvida, depois o clã dentro da tribo e, por fim, a família culpada dentro do clã.
O acusado punido por essa derrota. O dedo divino apontou para a tribo de Judá, o clã dos zeraítas, e para a família de Zabdi, a família imediata de Acã.

  • O que ele fez. Acã confessou ter roubado uma boa túnica babilônica, 200 siclos de prata e uma cunha de ouro.
  • Como ele morreu. Acã e sua família (que, sem dúvidas, tiveram parte no crime) foram apedrejados até a morte, e seus corpos foram queimados.
A conquista seguinte a essa derrota.  Josué tinha, agora, a certeza de que Israel seria capaz de derrotar Ai e rapidamente concebeu um plano de batalha (Js 8.1-28).
  • Ele escolheu 30 mil de seus melhores homens para lutarem, que foram encomendados para prepararem emboscadas atrás da cidade de Ai.
  • Josué, então, atacou Ai com outro exército e fingiu recuar, para que o inimigo pudesse ser retirado da cidade para o contra-ataque.
  • Quando isso aconteceu, os 30 mil homens entraram em Ai e destruíram-na.
Os dois montes (Js 8.30-35).
  • Josué construiu um altar no monte Ebal conforme Moisés havia comandado.
  • Ele o fez de pedras rústicas, nas quais nenhuma ferramenta de ferro tinha sido usada.
  • Enquanto o povo observava, ele talhou nas pedras os Dez Mandamentos.
  • Ele, então, sacrificou ofertas de paz no altar.
  • Por fim, ele pediu que os sacerdotes lessem em voz alta toda a Lei de Moisés ao povo. As bênçãos por obedecer à lei foram lidas do topo do monte Gerezim. As maldições por desobedecer à lei foram lidas do topo do monte Ebal.
A campanha do sul.
A enganação de Josué. Josué foi enganado por um grupo pagão em Canaã, conhecido como gibeonitas (Js 9.1-27).
O conteúdo dessa enganação. Como enganaram Josué. Uma delegação reuniu-se com Josué, fingindo ter vindo de um país distante. Eles carregavam sacos e odres de vinho velhos. Eles usavam sapatos e vestes velhas. Seu estoque de comida estava seco e bolorento (Js 9.3-13).
Por que enganaram Josué. Eles temiam o poder militar de Israel e perceberam que Josué não assinaria um tratado de paz com os cananeus locais, que eram eles. Mas ele o faria com uma delegação de um país distante.
O motivo dessa enganação; Por que Israel e Josué caíram nesse truque? O motivo é dado em poucas palavras. É dito que os israelitas não pediram conselho à boca do SENHOR (Js 9.14).
As consequências que seguiram essa enganação. Apenas depois de assinar o tratado é que Josué descobriu a verdade. O inimigo não podia ser atacado. Josué, entretanto, deu-os como rachadores de lenha e tiradores de águas (Js 9.27).
A destruição por Josué. Josué declarou guerra a Adoni-Zedeque, rei de Jerusalém, e seus aliados (Js 10.1-27).
O motivo da batalha. Adoni-Zedeque atacou os gibeonitas por assinarem um tratado de paz com Josué. A cidade de Gibeão apelou a Josué para obter ajuda. 
A garantia antes da batalha (Js 10.8).
Os resultados da batalha.  Deus lançou grandes pedras de saraiva do céu sobre o inimigo. Josué, então, realizou um dos grandes milagres encontrados no Antigo Testamento (Js 10.12-14).
A represália após a batalha. Após a grande vitória, Josué capturou e executou os cinco reis inimigos que declararam guerra contra ele (Js 10.26). Ele, então, conquistou as oito principais cidades cananeias do sul (Js 10.28-43).
A campanha do norte.
Josué derrotou as forças aliadas do norte de Canaã próximas às águas de Merom, logo ao norte do mar da Galileia (Js 11.1-22).
  • Ele queimou Hazor, a principal cidade da confederação.
  • Ele incapacitou os cavalos do inimigo e queimou seus carros (Js 11.23).

JOSUÉ, O TEMPO EM CANAÃ.

A divisão dos lotes. Ele dividiu a terra entre as doze tribos.
Os grupos envolvidos. Ele foi auxiliado por Eleazar, o sumo sacerdote, e pelos líderes de Israel (Js 19.51).
O lugar envolvido. Isso foi feito em Siló, onde se localizava o tabernáculo (Js 18.1,10).
O procedimento envolvido. O loteamento foi determinado pela fundição dos lotes (Js 18.10; 19.51).
As partes envolvidas. A terra a leste do Jordão, atribuída às duas tribos e meia (Js 13.15-32). A terra a oeste do Jordão, atribuída às nove tribos e meia (Js 15--19).
O campeão de Deus - Calebe (Js 14.7-17).
  • Sua revisitação do passado (Js 14.7-11).
  • Seu pedido para o futuro (Js 14.12).
As cidades de refúgio.
Josué designou as seis cidades de refúgio (Js 20.1-9).
Cidades a oeste do rio Jordão.
  • Quedes, na tribo de Naftali.
  • Siquém, na tribo de Efraim.
  • Hebrom, na tribo de Judá.
Cidades a leste do rio Jordão.
  • Bezer, na tribo de Rúben.
  • Ramote, na tribo de Gade.
  • Golã, na tribo de Manassés.
O desafio de fé.
Oferecido por Josué às duas tribos e meia (Js 22.1-34).
O conteúdo da mensagem. Ele elogiou-os por sua obediência a Deus no lado oeste do rio (Js 22.2,3).
Ele advertiu-os a permanecerem em obediência no lado leste do rio (Js 23.4,5).
A confusão após a mensagem. 
O que as duas tribos e meia fizeram na verdade. A caminho de casa, construíram um altar na margem oeste do Jordão antes de atravessarem, como lembrete de sua herança em comum com as nove tribos e meia restantes. 
O que as nove tribos e meia achavam que tinham feito. A princípio, elas interpretaram erroneamente a situação, considerando-a um altar de rebelião. A questão foi logo esclarecida, evitando uma possível guerra civil.
Oferecido por Josué às nove tribos e meia (Js 23.1-16).
Ele reviu o que Deus fez por eles no passado.
Oferecido por Josué a toda nação (Js 24.1-28).
O concerto de Deus com Israel foi repassado.
Josué sumarizou a fidelidade de Deus no passado (Js 24.1-13).
  • Ele trouxe Abraão de uma terra pagã para Canaã. 
  • Ele deu-lhe muitos descendentes por intermédio de Isque e Jacó. 
  • Ele chamou Israel para fora do Egito. 
  • Ele lutou contra as batalhas de Israel no deserto. Ele trouxe a sua geração para a Terra Prometida.
O concerto de Deus com Israel foi renovado.
A consagração do povo. O povo prometeu temer, obedecer e servir ao Senhor.
O contrato do profeta. Josué apresentou ao povo os termos do acordo, registrando-os no Livro da Lei de Deus. Ele, então, pegou uma grande pedra e a colocou sob um carvalho, próximo ao tabernáculo, para servir de lembrete desse concerto renovado. Josué morreu com 110 anos de idade e foi enterrado na zona montanhosa de Efraim (Js 24.29,30).

SUMÁRIO TEOLÓGICO

Josué é referido apenas em duas ocasiões no Novo Testamento, e ambas encontram-se no livro de Hebreus. Sua fragilidade é mencionada. O autor mostrou que Josué era inferior a Jesus, pois ele era incapaz de oferecer aquele perfeito descanso que somente Cristo é capaz de oferecer (Hb 4.8,9).
Sua fé é mencionada (Hb 11.30).

DADOS

Pai: Num (Êx 33.11).
Citado pela primeira vez na Bíblia: Êxodo 17.9.
Citado pela última vez: Hebreus 4.8.
Significado do nome: "SENHOR Salva" ou "SENHOR é Salvação".
Mencionado: 201 vezes.
Livros da Bíblia que citam Josué (1): oito livros (Êxodo, Números, Deuteronômio, Josué, Juízes, 1 Reis, 1 Crônicas, Hebreus).
Cargos: soldado e líder nacional (Êx 17.9; Dt 34.9).
Lugar onde nasceu: Egito.
Lugar onde morreu: região montanhosa de Efraim (Js 24.9,30).
Idade que tinha quando morreu: 110 anos de idade (Js 24.29).
Detalhe importante da vida de Josué (1): ele foi o sucessor de Moisés que levou Israel para a Terra Prometida (Js 1.1-3).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

DESTAQUE NO SITE

As grandes festas religiosas

As grandes festas religiosas As principais festas religiosas de Israel estavam intimamente relacionadas com as diferentes estações e ...