Costumes Bíblicos: Satanás citou os Salmos e porque ele fez isso!




Satanás citou os Salmos e porque ele fez isso!

Por que Satan citou os Salmos?
Em Mateus 4:1-11 (// Lc 4:1-13), o diabo tenta Jesus no deserto. O Messias responde às tentações do diabo com três referências ao Deuteronômio (cf. Dt 6:13, 16; 8:3; Mt 4:4, 7, 10), mas Satanás escolhe citar do Salmo 91: “Ele dará ordens aos seus anjos a teu respeito e em suas mãos te sustentarão, para que não tropeces em alguma pedra” (Sl 91:11-12). É irônico que Satanás, o governante dos demônios, se refira a esse texto em particular, uma vez que o Salmo 91 era quase universalmente entendido no antigo mundo judaico como uma oração contra as forças demoníacas.

No hebraico original, o Salmo 91 lembra o leitor a não temer inimigos violentos ou desastres agrícolas: “Não temerás o terror da noite, nem a flecha que voa de dia, nem a peste ( דֶבֶר ; dever ) que espreita na escuridão , ou da destruição ( יָשׁוּד ; yashud ) que assola ao meio-dia” (Sl 91:5-6). Centenas de anos depois que este salmo hebraico foi escrito pela primeira vez - mas também centenas de anos antes de Jesus - os judeus que traduziram esses versículos para o grego viram uma referência ao demoníaco: "Você não terá medo do terror noturno nem da flecha que voa de dia, nem da coisa (πράγματος; pragmatos) que anda na escuridão… e o demônio (δαιμονίον; daimonion ) ao meio-dia.” (Sl 90:5-6 LXX). Para que não pensemos que o tradutor da Septuaginta estava brincando com o hebraico aqui, o grego realmente reflete uma maneira válida de ler o idioma original : dependendo de quais pontos vocálicos são anexados às letras hebraicas (esses pontos vocálicos, ou “ nikkud ,” não foram incluídas no antigo texto hebraico que os tradutores gregos usaram), as palavras podiam ser lidas como “pestilência” ( דֶבֶר ; dever ) e “destruição” ( שׁוּד ; shud ) ou “coisa” ( דָבָר ; davar) e “demônio” ( שֵׁד ; shed ) – o tradutor grego decidiu sobre os últimos significados, “coisa” e “demônio”.
Então, centenas de anos depois da Septuaginta, os tradutores aramaicos da Bíblia hebraica (por volta do século 4 EC/DC) seguiram os judeus de língua grega e encontraram referências a demônios em todo o Salmo 91: “Você não terá medo do terror do demônio ( מזיק ; maziq ) que anda à noite… nem da companhia de demônios ( שׁידין ; shedin ) que destroem ao meio-dia…. Nenhum mal acontecerá a você, e nenhuma praga ou demônios ( מזיקיא ; maziqaya ) chegará perto de sua tenda, pois ele dará ordens a seus anjos a seu respeito. (Salmos Targum 91:5-6, 10-11). Assim, a decisão do diabo de citar o Salmo 91 durante a tentação de Jesus é a pior escolha possível, pois os judeus do primeiro século sabiam que o Salmo 91 era uma oração que protegia contra demônios; de todas as possibilidades bíblicas, Satanás escolhe uma passagem que deveria afastá-lo! Esta comédia de erros satânicos teria arrancado gargalhadas dos leitores originais de Mateus, e mostra que, de acordo com o evangelista, o diabo é meio burro!

A Oração de Noé contra os demônios (Curiosidades do Hebraico Bíblico-Textos Extra-Bíblicos)

Este trecho é do Livro dos Jubileus, uma obra judaica do século II aC. Embora este livro nunca tenha sido considerado canônico, alguns o chamaram de “Pequeno Gênesis” porque reconta muitas das histórias do Gênesis, incluindo comentários interpretativos e detalhes adicionais. O valor dos Jubileus é a percepção das antigas tradições que o livro preserva, dando-nos uma janela para certas crenças judaicas antes que o Novo Testamento fosse escrito. A passagem a seguir, que descreve Noé intercedendo por seus filhos, é notável porque contém vários termos relacionados ao reino espiritual invisível. Nesse único texto, o autor menciona os demônios, os espíritos malignos, os vigilantes, o chefe dos espíritos chamado Mastema e Satanás. Como eles estão todos relacionados às vezes não está claro.
1 Na terceira semana daquele jubileu, os demônios poluídos começaram a desviar os filhos dos filhos de Noé e a levá-los à loucura e a destruí-los . 
2 E os filhos de Noé vieram a Noé, seu pai, e contaram a ele sobre os demônios que estavam enganando , cegando e matando seus netos. 
3 E ele orou perante o SENHOR, seu Deus, e disse: “Deus dos espíritos que estão em toda a carne, que agiu misericordiosamente comigo e salvou a mim e a meus filhos das águas do dilúvio e não me deixou perecer como você fez aos filhos da perdição, porque grande foi a tua graça sobre mim, e grande foi a tua misericórdia sobre a minha alma. 
4 Que a tua graça seja elevada sobre meus filhos, e não deixe que os espíritos malignos governem sobre eles, para que não os destruam da terra. Mas abençoe a mim e a meus filhos. E vamos crescer e aumentar e encher a terra. 
5 E você sabe o que seus Vigilantes ( עִירִין ; irin / grego: ἐγρήγοροι; egregoroi ), os pais desses espíritos, fizeram em meus dias e também desses espíritos que estão vivos. Cale-os e leve-os ao lugar de julgamento. E não deixe que eles causem corrupção entre os filhos de seu servo, ó meu Deus, porque eles são cruéis e foram criados para destruir. 
6 E que eles não governem os espíritos dos vivos porque só você conhece o julgamento deles, e não deixe que eles tenham poder sobre os filhos dos justos de agora em diante e para sempre. ”
7 E o Senhor nosso Deus nos falou para que prendêssemos todos eles. 
8 E o chefe dos espíritos, Mastema ( מַשְׂטֵמָה , mastemah , hebraico para “hostilidade” ou “perseguição”), veio e disse: “Ó Senhor, Criador, deixe alguns deles diante de mim e deixe-os obedecer à minha voz . E que façam tudo o que eu lhes disser, porque se alguns deles não forem deixados para mim, não poderei exercer a autoridade da minha vontade entre os filhos dos homens porque eles são (destinados) a corromper e desviar antes meu julgamento porque o mal dos filhos dos homens é grande”. 
9 E ele disse: “Deixe um décimo deles ficar diante dele, mas nove partes desçam para o lugar de julgamento.”
10 E ele disse a um de nós para ensinar a Noé todas as suas curas porque ele sabia que eles não andariam retamente e não se esforçariam retamente. 
11 E agimos de acordo com todas as suas palavras. Todos os malignos, que eram cruéis, nós prendemos no lugar de julgamento, mas um décimo deles nós deixamos permanecer para que eles pudessem estar sujeitos a Satanás ( שָּׂטָן , satan : hebraico para “acusador” ou “adversário” / grego : διάβολος; diabolos ) sobre a terra. 
12 E a cura de todas as suas doenças junto com suas seduções nós dissemos a Noé para que ele pudesse curar por meio de ervas da terra. 
13 E Noé escreveu tudo em um livro assim como nós o ensinamos de acordo com todo tipo de cura. E os espíritos malignos foram impedidos de seguir os filhos de Noé. 
14 E ele deu tudo o que escreveu a Shem, seu filho mais velho, porque ele o amava muito mais do que todos os seus filhos. (Jubileus 10:1-14, c. 2º século aC, tradução de Charlesworth)

Rumine isso aqui:

Será que esses espíritos malignos estão trabalhando ativamente nas mentes sombrias da pessoa não regenerada?
Para o nascido de novo, uma pessoa renovada, um seguidor de Cristo, tudo se resume à guerra espiritual descrita em Efésios 6. (Parece que as coisas não mudaram muito durante e depois da época de Noé)
Mas, quem anda com Deus está nas mãos dele. O Pai sempre protege seus filhos. E cada um de nós, no final, deve olhar para Hashem e clamar a ele por proteção quando nos sentirmos em perigo.
Há muito a dizer, mas ore plenamente porque estamos cercados por um espírito invisível 2 Coríntios 4:18 e Efésios 6: 2
Às vezes, nos perguntamos como devemos orar em relação a nós mesmos quando estamos enfrentando coisas e elas, é claro, parecem ser de demônios. Cristo derrotou o inimigo, mas o que devemos orar? Como, pode ser uma pergunta melhor?
Devemos então pedir proteção e misericórdia a Deus, pedir que nos impeça de errar é sempre uma boa ideia!

Os Salmos estão entre os textos mais amados e duradouros de toda a Bíblia. 

Para informações mais antigas sobre os Salmos como estes e outros textos das Escrituras, clique aqui para se inscrever em nossos empolgantes cursos do hebraico bíblico!

(Todo o artigo foi montado aqui, com partículas de artigos dos estudos do Hebraico Bíblico publicados originalmente em Israel Bible Weekly, por Costumes Bíblicos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

Postagem em destaque

O ESPÍRITO SANTO no Talmud sendo referido nas leis judaicas

O Espírito Divino (santo) ( שְׁכִינָה וְרוּחַ הַקּוֹדֶשׁ) Este trecho é uma discussão rabínica sobre a oração de Ana no tratado Berachot, n...