Costumes Bíblicos: Os Falsos Profetas





eTeacher

Os Falsos Profetas

A Bíblia traz a história de muitos profetas. São seres humanos especiais, espiritualizados e próximos de Deus. Eles são realmente um veículo de transmissão da vontade do Criador. Porém, há pessoas que irão querer se aproveitar desse status elevado para o seu interesse próprio. São os FALSOS PROFETAS. Eles falam em nome de Deus, mas na verdade é pura invenção. Às vezes incitam as pessoas a fazerem pecados e até mesmo idolatria. A Bíblia traz histórias muito interessantes sobre os FALSOS PROFETAS. Inclusive como identificá-los e que punição cabe a eles.
Quais foram os piores PROFETAS FALSOS da Bíblia?
Que fim levaram?

O Conceito de Falso Profeta

A Bíblia conta sobre falsos profetas. No Deuteronômio (13.1,2), aparece que o falso profeta é uma pessoa que começa a dar sinais, as vezes esses sinais até vão acontecer, porém, por um lado, ele vai incitar as pessoas a fazer idolatria. Mesmo que os sinais foram verdadeiros, sabe que você está frente a um profeta falso, mentiroso. A Bíblia conta para gente, que esse profeta pode simplesmente tentar convencer a população a não mais cumprir os preceitos divinos.
Então é uma pessoa que vem vestido de profeta, a fala dele lembra muito um profeta, ele faz alguns sinais; mas a mensagem dele nós entendemos que ela é falsa! Pode ser que ele está levando à idolatria, ou, ao não cumprimento dos Mandamentos, ou, existem outros dois casos muito curiosos; um profeta verdadeiro, só que Deus fala pra ele não revelar Sua profecia, ou, uma pessoa que faz uma profecia em nome de outros deuses. Ou seja, ele nem esconde que na verdade, a profecia dele, ele não recebeu do Eterno, e sim, de outros deuses. Nesse caso fica mais fácil de reconhecer.
Vamos ver alguns desses casos.

O Profeta de Samária (Betel)

Na Bíblia, também, existem casos interessantes onde vemos falsos profetas atuando. Um dos mais fortes é no reinado de Jeroboão. Ele foi criar o reinado de Israel se separando do reinado de Judá. Ele fez uma revolta, uma guerra civil. Agora ele está na Samaria, e na Samaria, não existe o Grande Templo de Jerusalém. Então ele faz um outro templo de idolatria. Ele faz um altar, um incenso. E agora, diz a Bíblia, aparece um profeta verdadeiro, um ancião, que profetiza ao lado de Jeroboão falando pra ele: "saiba que Deus vai destruir isso daqui" a prova é: esse altar vai se partir ao meio e as cinzas vão se derramar" (1 Reis 13.3) Jeroboão fica muito irado e estende a mão para ferir esse ancião (o profeta verdadeiro) mas a mão dele fica seca (1 Reis 13.4) e não consegue mais mover e se desespera pedindo ao profeta que ore a Deus, nessa hora, ele acreditou em Deus, e o profeta escuta ele, a profecia que ele falou aconteceu, o altar se partiu, as cinzas se derramou, o profeta ora ao Senhor e Jeroboão fica curado.
Jeroboão chega pro profeta e convida ele para entrar e sua casa e se alimentar. Mas o profeta se recusa explicando que Deus lhe proibiu de comer ou beber qualquer coisa nesse lugar.  (1 Reis 13.7) E voltou pra sua terra por outro caminho, diz a Bíblia.
Só que havia testemunhas de tudo aquilo que aconteceu. Porque foi num lugar público. Alguns jovens, filhos de um falso profeta, vão até o seu pai e contam-lhe tudo o que aconteceu e o pai pergunta pra onde o ancião foi e eles dizem. Então o falso profeta vai até o ancião e pergunta se é verdade tudo o que aconteceu e o ancião confirma que sim. Nesse momento, o falso profeta convida o ancião para ir até a sua casa e comer, e como da outra vez, o ancião se recusa dizendo que Deus lhe proibiu de comer e beber nesse lugar. Mas o falso profeta, mentindo, dizendo que Deus também se revelou e que ele era um profeta também. "E Ele pediu pra mim vir até você e falar pra você comer e beber na minha casa e nada de mal irá lhe acontecer. O verdadeiro profeta acredita e segue o falso profeta e entra em sua casa, come e bebe, e, quando termina a refeição, o ancião segue seu caminho de volta para a sua terra  (1 Reis 13.16).  Diz a Bíblia, que veio um leão e ataca o ancião que morre ali mesmo de uma forma muito triste e trágica.
As pessoas viram o que aconteceu com o ancião (o verdadeiro profeta), contam para todos o que viram e todos ficam com muito medo porque o leão permaneceu ao lado do corpo do ancião, como se estivesse guardando o corpo dele. O falso profeta foi e conseguiu chegar até o corpo do ancião e deu ordem para enterrá-lo ali mesmo. E acrescentou, mesmo depois de toda sua maldade e mentira, fala pros seus filho que quando morrer, enterrasse ele ao lado dos ossos do ancião, dizendo: "saibam que esse homem era uma pessoa muito justa..."  (1 Reis 13.31). A gente ver um caso claríssimo de uma pessoa que vem e faz uma falsa profecia, engana um profeta verdadeiro e acaba causando sua morte.

O Fim de um Falso Profeta

A Bíblia fala que  um falso profeta ou um verdadeiro profeta, que vai contra a palavra de Deus, tem pena de morte dos Céus. Não é uma pena de morte aqui do tribunal, e sim, Deus mandará a sua morte. Foi o que aconteceu. Então, nesse caso aqui, o verdadeiro profeta não poderia ter comido. Deus não falou nada. E ele acaba indo contra à Palavra de Deus.

Hananias filho de Azor

Um outro caso que ele é fascinante é de Hananias, filho de Azor. A gente está numa época muito complicada. Os babilônios já chegaram em Israel, já destruíram o Templo e a população está passando por fome, está com medo; o rei nessa época, se chamava Joaquim e ele faz trégua com os babilônios, o que não melhora a situação de Israel, a fome perdura. Não é porque houve uma forma de trégua, uma forma de eles se renderem, que os babilônios aliviou a situação. Nada disso aconteceu. Havia uma insatisfação geral, ainda mais com o rei que não sabia o que fazer. Nesse momento, se levanta uma pessoa com as vestes e fala  de um profeta e diz: "daqui a dois anos Nabucodonosor vai devolver tudo aquilo que ele roubou do grande Templo e Joaquim, você será o rei e nada de mau irá acontecer.. (Jr 28.1). Uma profecia que parece muito agradável. Depois de terem sidos atacados pelos babilônios, massacrados, estão com fome, agora eles recebem alguém que diz pra eles que tudo vai terminar bem.
Nessa época, estava o verdadeiro profeta que conhecemos que é Jeremias. Jeremias, no começo, não sabe se Hananias filho de Azor é verdadeiro ou falso. Ele também quer que tudo fique bem. Porém na continuação, Deus revela para Jeremias que Hananias é um falso profeta. E Jeremias vai até ele e adverte: "você sabe qual é a pena pra uma pessoa que está fazendo uma falsa profecia, você sabe que você vai ter pena de morte lá dos Céus. Porque o que você falou, não vai acontecer. Joaquim não vai se livrar e nada do grande Templo, voltará à Jerusalém. A sua profecia é falsa" (Jr 28.15). Mas as pessoas quiseram seguir Hananias. Porque era a profecia mais agradável, não exigia nenhuma mudança deles, eles podiam continuar viver com suas crenças, mesmo idólatras, fazendo suas maldades que teve como consequência, a destruição do primeiro Templo de Jerusalém. E como sabemos, o final, não deu nada certo.
Hananias era um falso profeta e Joaquim é assassinado e Jeremias tinha razão e olha o dano que causou esse falso profeta!

Elias e os profetas de Baal

Um dos casos mais famosos da Bíblia sobre falsos profetas, acontece na época de Acabe.
Nós sabemos que o rei Acabe estava casado com uma mulher odiosa, extremamente má, pagã chamada Jezabel. Ela mandou matar os verdadeiros profetas e ela tinha 450 falsos profetas. Ela alimenta esses 450 falsos profetas e esses falsos profetas, como está na Bíblia, estão incitando o povo a fazer idolatria. A idolatria da época se chamava "BAAL", onde também, era feito sacrifícios de humanos, principalmente de crianças. Então de um lado, existe 450 falsos profetas que estão sendo apoiados pelo rei e pela rainha. O povo naturalmente está seguindo contra um profeta, um verdadeiro profeta que é Elias. Elias sabe que tem a força de Deus porque ele é verdadeiro, ele tem a fé correta e sabe a verdadeira mensagem que tem que ser transmitida. Como pode se verificar em 1Reis 18.19, Elias faz o desafio em público e todos ficam sem jeito porque até mesmo os falsos profetas sabiam que Elias era verdadeiro. O rei gostou da ideia.
Então há um desafio espiritual como todos já sabemos.
E Elias zomba deles "será que o deus de vocês foi dormir.." e é claro que nada do que os falsos profetas fizeram deu certo. E Elias faz o seu sacrifício e o final já sabemos.
Nesse momento todo o povo fala: O Eterno é Nosso Deus, todos aceitam isso e Elias fala ao povo que todos falsos profetas, de acordo com as Escrituras, têm que morrer. E todos os 450 falsos profetas, como sabemos, foram mortos. O que faz a ira de Jezabel ficar gigante e agora ela quer matar Elias!
Mas para o povo todo, ficou claro que existia apenas um profeta verdadeiro e 450 falsos profetas.

Cuidado com os Falsos Profetas

Cada um de nós tem aqui uma regra clara. O falso profeta as vezes vai fazer sinais e maravilhas, ele vai demonstrar uma forma de falar que parece divina. Porém, se ele leva à idolatria, se ele fala em nome de outros deuses ou pessoas, ou se ele proclama algo pra não cumprir o que a Bíblia chama de Estatutos Perpétuos, então se deve saber que a gente está a frente de um falso profeta. Devemos nos afastar mesmo que muitas pessoas sigam ele.
(Texto montado e editado por Costumes Bíblicos sob aula do Rabino Rony Gurwicz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

Postagem em destaque

A Mentira Desprezível da Reforma Protestante e sua liderança anticristã!

O Cristianismo tem lutado com a Questão Judaica por muito tempo. Apenas 70-80 anos atrás, uma nação cristã sob uma liderança anticristã prof...