Costumes Bíblicos: A SINAGOGA

CANAL DO SITE

A SINAGOGA

QUEM INVENTOU A SINAGOGA?
Ouvi dizer que não há menção à sinagoga na Torá . Então, onde e quando se originou? É difícil imaginar "judaísmo" (pelo menos como o conhecemos hoje) sem sinagogas!
De fato, não há menção da sinagoga na “Torá Escrita” (ie, os Cinco Livros de Moisés ). A instituição da sinagoga é de origem posterior, rabínica. 1
O objetivo da sinagoga é fornecer um local para facilitar e aprimorar a obrigação bíblica da oração , adicionando um elemento comunitário.
Desde os tempos de Moisés até a restauração do Segundo Templo , cumprimos a obrigação de orar diariamente, compondo nossas próprias orações e orando em particular.
Também fizemos peregrinações a Jerusalém para experimentar os serviços públicos que foram realizados no Templo Sagrado.
Após a restauração do Segundo Templo (352 AEC), a Grande Assembléia 2 , liderada por Esdras , instituiu o Kaddish , Kedushah , Barechu e o restante do serviço comunitário padronizado (exigindo a participação de um minyan ou quorum de dez) como bem como a obrigação de os indivíduos participarem desses serviços.
Surgiram em Israel e na diáspora 3 lugares reservados para orar em comunidade. Assim nasceu o "Local de Coleta" - Beit Kenesset em hebraico e sinagogos em grego.
A principal experiência de culto público continuou sendo a viagem a Jerusalém para participar e ser inspirada pelo serviço do Templo.
Quando os romanos destruíram o Segundo Templo em 69 EC, o único local de culto público permaneceu a sinagoga, que então adquiriu uma importância crescente como centro da vida comunitária judaica.
O foco principal do judaísmo, no entanto, sempre foi a vida de cada indivíduo e seu lar e família, vividos em uma comunidade forte e mutuamente responsável. De fato, quando uma comunidade judaica começa do zero, construir uma sinagoga não é o primeiro item de sua lista de tarefas. Conforme estabelecido pela lei judaica, as prioridades quanto à criação de instituições comunitárias devem ser:
  1. Um micvê
  2. escolaridade judaica para crianças
  3. Um fundo de caridade
  4. Uma sinagoga
Obviamente, as pessoas podem - e fazem - se reunir em qualquer lugar para orar em comunidade.

NOTAS DE RODAPÉ

1 A Torá ( Deuteronômio 17:11 ; veja a introdução de Maimônides à Mishná) exige que sigamos decretos rabínicos adequadamente constituídos, aceitos pela comunidade no momento em que o decreto foi feito; então, na análise final, a sinagoga é uma instituição mandatada pela Torá.
 A então alta corte e legislatura do judaísmo.
3 A diáspora (a comunidade judaica que reside fora da Terra de Israel) permaneceu grande mesmo depois que o Segundo Templo foi restaurado.
(Este texto é parte de um artigo publicado em Chabad.org por Shlomo Yaffe)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar! Fica na paz!
E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,
Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo;
Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
Filipenses 1:9-11

DESTAQUE NO SITE

JESUS sendo mal compreendido

JESUS É MAL COMPREENDIDO! Jesus é mal compreendido pelos teólogos liberais. [ Percebam as aberrações que se seguem!!! ] Rudolf Bult...