Custom Search

Translate this Page

Rating: 3.1/5 (5489 votos)



DIVISÃO 

 

Dicas de como ler a Bíblia.

Biblia 

 

   Diário Espiritual

Saiba como fazer

AQUI

⇓ 

Biblia

DIVISÃO

ORAÇÃO

SACERDOTAL DO SENHOR

JESUS CRISTO

 

 

 

0 RECENSEAMENTO

CLICK AQUI ↓

recenseamento

 

A PESSOA DE JESUS CRISTO
Cristo
 

 

 Eu não acredito em Predestinação... O que você tem a dizer sobre isso? Pode me mostrar biblicamente se isso é verdade?

TIRE SUAS DÚVIDAS

AQUI 

Predestinação

    

ANJOS
Anjos

  

O FRUTO DO ESPÍRITO

  

A DIÁSPORA JUDAICA
Judeus

 

Problemas de natureza sexual na igreja de Corinto. Click aqui ↓

Corinto

 

 

 

 

 

 

 

  

O PRIMEIRO DIA DA PÁSCOA

Reunindo a evidência dos quatro  Evangelhos, podemos sugerir a seguinte sequência de acontecimentos:

Veja JESUS - A RESSURREIÇÃO 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

A PÁSCOA E A ÚLTIMA CEIA
Páscoa

 

A BÍBLIA DO PONTO DE VISTA FEMININO

Gênesis começa com o fato de que homens e mulheres foram criados iguais à vista de Deus e na presença um do outro. A criação de ambos é considerada muito boa (Gn 1.31).

LEIA MAIS

A Bíblia

 

Histórias da Criação

Histórias da Criação

 DIVISÃO

Seu pedido de oração aqui 

Em paz também me deitarei e dormirei, porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança. Salmos 4:8
salmos
 

MAIS CURIOSIDADES BÍBLICAS GERAIS 
CURIOSIDADES


O TEMPLO NO MILÊNIO

o templo

Que qualidades acompanharão o Templo no Milênio?

A. A ordem bíblica.

O templo do milênio é o último dos oito grandes templos das Escrituras.

Os oito templos das Escrituras

Cindo templos físicos:

O tabernáculo foi construído por Moisés por volta de 1445 a.C. (Êx 40.17,34,38).

O primeiro templo foi construído por Salomão por volta de 959 a.C. (1Rs 7.51).

O segundo templo foi iniciado por Zorobabel por volta de 516 a.C. e completado, mais tarde, pelo rei Herodes, por volta de 10 a.C. (Ed 7.14,15; Jo 2.20).

O terceiro templo será construído (pelo anticristo, talvez) após o arrebatamento da Igreja (Ap 11.1,2).

O templo do milênio será construído pelo próprio Cristo, no início do milênio (Zc 6.12,13).

Três construções de carne e de espírito:

  1. O corpo de Jesus foi preparado pelo Pai em Belém (Jo 2.21; Hb 10.5).
  2. A noiva de Cristo foi preparada pelo Espírito Santo no Pentecostes (At 2.1; Ef 2.19-22).
  3. O corpo do cristão foi preparado pelo Espírito Santo no momento da conversão (1Co 3.16).

 

B. Sua santa oblação.

A Palestina será redistribuída entre as doze tribos de Israel durante o milênio. A própria terra será dividida em três áreas. Sete tribos irão ocupar a área norte e cinco a área sul. Entre essas duas áreas, haverá uma seção chamada de santa oblação, ou seja, uma porção de terra separada para o Senhor. (Ez 48)

C. Seu sacerdócio.

Em quatro ocasiões específicas, somos informados de que os filhos de Zadoque receberão obrigações sacerdotais (Ez 40.46; 43,19; 44.15; 48.11). Zadoque foi sumo sacerdote na época de Davi (o décimo primeiro a partir de Arão). Sua lealdade ao rei era inabalável. Por causa disso, foi prometido a ele que a sua semente teria essa gloriosa oportunidade (1Sm 2.35; 1Rs 2.27,35).

D. Seu príncipe.

Na descrição do templo, Ezequiel refere-se a um misterioso príncipe por 17 vezes. Seja quem for, ele tem um papel muito importante no templo, aparentemente, em um cargo intermediário entre o povo e o sacerdócio. Temos certeza de que ele não é Cristo, pois ele prepara uma oferta de pecado para si mesmo (Ez 46.16). Alguns sugere que o príncipe é da semente do rei Davi e que ele foi, para Davi, o que o falso profeta será para o anticristo.

E. Seus aspectos negativos.

Muitos artigos e objetos presentes nos templos de Moisés, Salomão e Herodes estarão faltando no templo do milênio.

  1. Não haverá véu. Ele foi rasgado em dois, de cima a baixo (Mt 27.51), e não reaparecerá nesse templo. Dessa forma, não haverá barreira separando o homem da glória de Deus.
  2. Não haverá mesa de pão. Ela não será necessária, pois o pão vivo estará presente.
  3. Não haverá castiçais. Eles também não serão necessários, pois a própria luz do mundo brilhará pessoalmente.
  4. Não haverá arca do concerto. Ela também será desnecessária, pois a própria glória da shekinah pairará sobre todo o mundo, assim como a nuvem de glória fizera sobre a arca.
  5. A porta oriental será fechada (Ez 44.2). Há sugestões de que essa porta se manterá fechada por dois motivos:

a) Ela será a porta por onde o Senhor Jesus entrará no templo. Como uma marca de honra de um rei oriental, ninguém pode entrar pela porta que o rei entrou.

b) Foi pela porta oriental que a glória de Deus partiu, pela última vez, no Antigo Testamento (Ez 10.18,19).

Selando a porta, Deus lembra a todos os que estão dentro de que a Sua glória nunca mais partirá de seu povo.

A história dessa porta é uma leitura interessante. Ela é a mais famosa  e também mais importante porta  de Jerusalém. Ela dá para o vale de Quidrom e está de frente para o sol nascente. Os cruzados chamavam-na de porta dourada. A entrada por essa porta murada leva à porta bela do próprio templo (veja At 3.2). A tradição diz que partes dessa porta foram doadas pela rainha de Sabá. Os árabes chamam-na de portal eterno do norte, a porta do arrependimento e o portal do sul, a porta da misericórdia. É mencionada por Neemias (Ne 3.29).

F. Sua glória shekinah.

Thomas Ice reconta a história da glória da shekinah de Deus:

A glória da shekinah é a manifestação visível da presença de Deus, geralmente, apresentando-se na forma de nuvem, luz, fogo ou na combinação desses. Os rabinos judeus cunharam essa expressão extrabíblica. Shekinah é uma criação de uma palavra hebraica que significa ele fez habitar, literalmente, significando que, quando a glória de Deus apareceu nessa forma, ela foi uma visita divina da presença ou da habitação de Deus. Para ver a importância da glória de shekinah nas profecias bíblicas acerca do futuro, é necessário um apanhado de aparições anteriores. Acredita-se que os eventos a seguir sejam manifestações de glória da shekinah na história:

O jardim do Éden - a presença do Senhor no jardim e a espada flamejante (Gn 3.8,23,24).

O concerto abraâmico - a tocha de fogo que passou pelas duas metades do sacrifício (Gn 15.12-18).

A sarça ardente - o fogo não consumia a sarça (Êx 3.-5).

O êxodo - uma coluna de nuvem durante dia e uma coluna de fogo à noite (Êx 13.21,22;14.19,20,24;16.6-22).

Monte Sinai - os dez mandamentos escritos pelo dedo de Deus; trovão, relâmpago e uma nuvem pesada (Êx 19.16-20; 24.15-18; Dt 5. 22-27).

O encontro especial com Moisés - o brilho na face de Moisés como resultado desse encontro com o Senhor (Ê 33.17-23; 34.5-9,29-35).

O tabernáculo e a arca do concerto - a presença da nuvem de glória geralmente associada a esses itens (Ên 29.42-46; 40.34-38).

O livro de Levíticos - a autenticação da lei e da residência no santo dos santos (Lv9).

O livro de Números - a glória da Shekinah fez o julgamento por causa do pecado e da desobediência (Nm 13.30 -- 14.45; 16.1-50; 20.5-13).

O período de Josué e dos Juízes - a continuidade da habitação da glória da shekinah no tabernáculo (1 Sm 4.21,22).

O templo de Salomão - a transferência da glória da shekinah do tabernáculo para o templo (2 Cr 5.2 _ 7.3).

A partida em Ezequiel - Ezequiel vê a glória shekinah deixar o templo, em preparação para o julgamento sobre a nação (Ez 1.28; 3.12,23; 8.3,4; 9.3; 10.4,18,19; 11.22,23).

O segundo templo - a glória da shekinah não estava presente, mas foi feita uma promessa de que ela será maior no futuro do que no passado (Ag 2.3,9).

A aparição aos pastores - a glória do Senhor brilhou em volta deles (Lc 2.8,9).

A estrela de Belém - a estrela ou a nuvem de glória que guiou os magos até Jesus (Mt 2.1-12).

Jesus: A glória do Senhor - a encarnação foi uma manifestação da glória da shekinah (Jo 1.1-14).

A transformação - a glória da shekinah aparece a três discípulos (Mt 17.1-8; Mc 9.2-8; Lc 9.28-36; Hb 1;1-3; 2Pe 1.16-18).

O livro de Atos - as línguas de fogo no Pentecostes e a luz cegante na conversão de Paulo (At 2.1-3; 9.3-8; 22.6-11; 26.13-18).

O Apocalipse - Jesus Cristo está vestido na glória da shekinah (Ap 1.12-16).

A seguir, temos uma visão geral dos eventos futuros relacionados à glória da shekinah.

A tribulação - a glória da shekinah está relacionada às taças de julgamento (Ap 15).

A segunda vinda de Cristo - a glória da shekinah é o sinal do Filho do Homem (eu particularmente, penso que também este sinal, seja a cruz, que é a referência que faz com que todos conheçam que é de Cristo que se trata!) e da nuvem sobre a qual Ele retorna (Mt 16.27; 24.30; Mc 13.26; Lc 21.27).

O milênio - a glória da shekinah estará presente em sua maior manifestação na história por causa da presença física de Cristo na terra (Ez 43.1-7; 44.1,2; Is 4.5,6; 11.10; 35.1,2; 40.5; 58.8,9; 60.1-3; Zc 2.4,5; 11.10). (Fast Facts on Bible Prophecy. Harvest House.p.193-195)

Não há dúvidas de que a mais triste aparição da glória da shekinah foi testemunhada por Ezequiel em 586 a.C., aproximadamente, pouco antes da destruição do templo e de Jerusalém pelos babilônios. O profeta, de coração partido, observa-a pairando sobre:

  1. A arca do concerto (Ez 10.18).
  2. A cidade de Jerusalém (Ez 11.23).
  3. A porta oriental (Ez 10.19).
  4. O monte das Oliveiras (Ez 11.23). Depois disso, ela desaparece nos céus. Nessa altura, pode-se escrever Icabô (que significa a glória de Deus partiu) nos céus de Jerusalém! Entretanto, assim como Ezequiel foi obrigado a ver a glória de Deus partir, ele será o primeiro a vê-la retornar (Ez 43.4,5). A porta oriental, então, será fechada para sempre, simbolizando que a glória de Deus nunca mais deixará Jerusalém novamente (Ez 44.2).

G. Seus sacrifícios.

Como já vimos, muitos utensílios do templo do Antigo Testamento estarão faltando no edifício do milênio. Entretanto, o altar de bronze para sacrifícios estará presente novamente. Há, pelo menos, quatro profecias do Antigo Testamento que falam de sacrifícios de animais no templo do milênio (Is 56.6,7; 60.7; Jr 33.10; Zc 14.16-21).(Veja também: características espirituais do milênio) Mas, por que esses sacrifícios de sangue animal são necessários na era de ouro do milênio?

Para responder, é necessário tentar projetar-se nesse maravilhoso período futuro. Nessa época, não haverá pecado, tristeza, sofrimento, doença, satanás ou separação. No milênio, até o vocabulário será diferente. Por exemplo, a sociedade respeitável e decente de hoje evita certos palavrões, e deveria mesmo!

Não há dúvidas de que isso também será praticado no milênio; mas, como as palavras mudarão, temos exemplos de alguns "palavrões", abaixo, que serão abandonados no reino de mil anos:

1- Medo.

2- Dor.

3- Prisão.

4- Ódio.

5- Drogas.

Essas palavras fazem parte de nossa sociedade pecadora de tal maneira que é completamente impossível evitá-las ou ignorá-las! A questão é simplesmente esta: durante o milênio, milhões de crianças nascerão  e serão criadas por pais israelitas e gentios que foram salvos e sobreviveram à tribulação. Apesar de seu ambiente perfeito, esses filhos do reino precisarão do novo nascimento. Como filhos de Adão, assim como todos os outros, eles precisarão da salvação eterna (Jo 3.3; Rm 3.23). Mas, como esses filhos serão alcançados? Que lições objetivas podem ser usadas? Será uma geração que crescerá sem conhecer o medo, experimentar a dor, testemunhar o ódio, usar drogas ou ver uma prisão. Esse é um dos motivos para restituir o sistema de sacrifício durante o milênio. (veja: O cordeiro morto no templo do milênio)

Esses sacrifícios servirão de:

  1. lembrete a todos acerca da necessidade de um novo nascimento.
  2. lição objetiva do custo da salvação.
  3. exemplo de como o pecado é terrível.
  4. ilustração da santidade de Deus.

H. Suas características únicas.

O templo do milênio será o maior de todos os templos.

  1. Será o único templo com o seu próprio rio.
  2. De acordo  Thomas Ice: Em ligação com o templo, Ezequiel profetizou que haverá um grande rio fluindo de dentro do templo, ao sul, com volume suficiente para ninguém conseguir cruzá-lo (Ez 47.3-6). As margens do rio serão cobertas de árvores (Ez 47.7-9) e o rio terá peixes e outras criaturas vivas nele. A água doce , aparentemente, substituirá a água salgada do mar Morto e o rio continuará fluindo ao sul de Israel até alcançar o golfo de Aquaba. (The Truth about the Millennium. Harvest House.p.27)
  3. Será o único templo construído pelo próprio Jesus (Zc 6.11-13).
  4. Será o único templo que servirá à Igreja e a Israel.
  5. Será o mais resistente de todos, durando mil anos.
  6. Ele nunca será (aparentemente) destruído (como os outros templos), mas será removido silenciosamente por deus ao fim do milênio (Ap 21.22).
  7. Será o mais glorioso de todos os templos (Ag 2.9).

 

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Mateus 11:28

leia a bíblia

Por Gospel+ - Biblia Online

 

 

divisão 

DIVISÃO

 

Visit COSTUMES BÍBLICOS's profile on Pinterest.

 

DIVISÃO

 

Aceite a Jesus! - Clique aqui!

Active Search Results

 DIVISÃO

DIVISÃO 
Dicio.com.br

 

DIVISÃO

Gospel+

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

 

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias